Política

Ban Ki Moon diz que é “lamentável” visita de premiê do Japão ao Santuário Yasukuni

Ban disse nesta sexta-feira que é “lamentável” que a região ainda seja perturbada por tensões históricas.

Do Mundo-Nipo

O secretário-geral da ONU, Ban Ki Moon, está ciente da visita do primeiro-ministro do Japão ao Santuário Yasukuni, que homenageia criminosos de guerra, e das reações dos negativas dos vizinhos que consideram o local um símbolo do militarismo japonês.

Ban disse nesta sexta-feira que é “lamentável” que a região ainda seja perturbada por tensões históricas.

O escritório do porta-voz declarou que Ban “tem sido consistente em instar os países da região a chegarem em uma visão comum e compreensão da sua história compartilhada” e “sublinha a necessidade de ser sensível aos sentimentos dos outros, especialmente memórias das vítimas”.

“É extremamente lamentável que as tensões do passado ainda estejam assolando a região”, disse.

Abe visitou o santuário Shinto, que homenageia criminosos Classe-A da 2ª Guerra Mundial, na quinta-feira (26), exatamente um ano após assumir o cargo de premiê.

As informações são da agência Kyodo.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe uma resposta