Serviços

Museu Nacional em Brasília exibe mostra de cerâmica japonesa até domingo

São 70 obras de 35 jovens artistas japoneses, que propõe interpretações contemporâneas para técnicas tradicionais do Japão. Entrada gratuita!

O Museu Nacional, em Brasília, recebe até este domingo (13) a exposição itinerante Cerâmica e Porcelana do Japão. A exposição é realizada pela Fundação Japão e a Embaixada do Japão no Brasil, com apoio do Museu Nacional do Conjunto Cultural da República.

A mostra reúne 70 obras de autoria de 35 jovens artistas japoneses que trazem em suas criações a herança de técnicas tradicionais de cerâmica do Japão, originárias das regiões de Arita e Karatsu, Hagi, Bizen, Kyoto e Tamba, Kutani e Kanazawa, Seto e Mino, Tóquio e Mashiko.

A partir do tema “vasilhames”, cada artista propõe interpretações contemporâneas para as técnicas tradicionais da cerâmica japonesa, revelando olhares criativos e originais sobre a funcionalidade do objeto, tão comum no dia a dia.

Para o curador da exposição e diretor do Museu de Arte da Província de Yamanashi, Masami Shiraishi, a mostra destaca as obras que melhor representam a cerâmica japonesa atual.

“Por meio do aprimoramento das técnicas tradicionais, muitos destes artistas, provenientes de regiões famosas pela cerâmica tradicional, acrescentam refinamento ao design com o intuito de criar obras de arte ainda mais originais.”

Segundo Shiraishi, outros artistas japoneses buscam novas formas, adaptando-as ao estilo de vida moderno, criando obras ainda mais notáveis. Há também os que procuram enfatizar a praticidade da cerâmica na vida contemporânea.

“Embora com diferentes direcionamentos, os ceramistas têm em comum a dedicação a uma arte inovadora para a próxima geração.”

A exposição itinerante, que está no Museu Nacional em Brasília desde o dia 18 de fevereiro, acontece até domingo (13), das 9h às 18h30, e a entrada é franca.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe uma resposta