Sociedade

Japão quer lançar programa semelhante ao ‘bolsa 3º filho’

O plano do governo consiste em incentivar com subsídios os casais a terem mais de dois filhos.

Do Mundo-Nipo

O governo japonês anunciou neste domingo (1) que está compilando um programa de incentivo à natalidade semelhante ao programa chileno “Bolsa Terceiro Filho”. A medida é parte dos esforços do governo para combater a tendência de queda continua na taxa de natalidade, e assim manter, ao menos, a população do país em torno de 100 milhões, informou a Agência Kyodo.

De acordo com o projeto, que será finalizado no final deste mês pelo Conselho de Política Econômica e Fiscal, o governo dará ênfase em apoiar os casais a terem mais de dois filhos, garantindo a educação para os mesmos, detalhou a Kyodo.

Segundo o jornal Yomiuri Shimbun, o governo também teria manifestado à intenção de incluir, no programa, tratamentos contra a infertilidade no sistema público de saúde, além de uma ajuda de custo aos casais e garantia de educação aos seus filhos desde o pré-escolar ao ensino superior.

O projeto japonês é semelhante ao lançado pelo governo chileno no ano passado. Chamado de “Bolsa Terceiro Filho”, o programa fornece uma ajuda de custo às famílias que tiverem mais de dois filhos. Isso porque Chile também tem enfrentado uma grande queda na taxa de natalidade, que era superior a 20% nos anos 1990, e em 2012 chegou a pouco mais de 14% após introduzir vários programas de incentivo.

No Japão, no entanto, o problema atingiu níveis alarmantes. Dados recentes mostraram que o número de crianças com idades até 14 anos caiu a um nível recorde, enquanto o número de pessoas com mais de 65 anos continua aumentando.

Até 1º de abriu de 2014, foram registrados 16,33 milhões de jovens com menos de 15 anos, uma queda de 160 mil em relação ao ano anterior, marcando o 33º ano consecutivo de retração desde que os dados começaram a ser compilados, em 1950.

Jovens com menos de 15 anos representam apenas 12,8% da população japonesa, estimada em 127,298 milhões, enquanto a porcentagem de pessoas com mais de 65 anos é de 25,6%, o que representa um novo recorde de retração. Segundo estatísticas do governo, esta porcentagem irá aumentar para cerca de 40% em 2060.

Entre os principais países que têm pelo menos 40 milhões de habitantes, o Japão é o que tem a proporção mais baixa de crianças em relação a sua população. Na China, esta porcentagem é de 16,4%, enquanto nos Estados Unidos ela sobe para 19,5%.

(com informações da mídia japonesa)

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.