Sociedade

Taxa de fertilidade do Japão cresce em 2013, mas não reflete na natalidade

Os dados divulgados pelo Ministério da Saúde só realçam a preocupação crescente do governo japonês com o contraste entre as taxas de natalidade e mortalidade.

Do Mundo-Nipo

O Ministério da Saúde, Trabalho e Bem Estar do Japão declarou nesta quinta-feira (05) que a taxa de fertilidade do país subiu para 1,43 em 2013, o que representa um aumento de 0,02 ponto em relação a 2012.

Embora tal taxa aponte para um aumento geral de natalidade nacional, apenas 1.029.800 crianças nasceram no ano passado, o menor número já registrado pelo Japão.

O governo japonês, contudo, indicou que houve um aumento de nascimento de crianças entre mulheres de 30 a 40 anos.

Segundo o ministério, cerca de 1.268.432 pessoas faleceram no ano passado, o número mais alto registrado desde o final da Segunda Guerra Mundial.

Os dados divulgados pelo Ministério da Saúde só realçam a preocupação crescente do governo japonês com o contraste entre as taxas de natalidade e mortalidade.

(Do Mundo-Nipo com informações do Japan Today)

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe uma resposta