Sociedade

Cresce o número de golpes contra idosos deficientes no Japão

O número de fraudes quase duplicou contra idosos portadores de deficiência mental.

Do Mundo-Nipo

Os idosos portadores de deficiência mental estão cada vez mais sendo vítimas de fraudes contra os consumidores no Japão, informou neste sábado (7) o Centro Nacional de Defesa do Consumidor do Japão (NCAC, na sigla em inglês), acrescentando que o número de queixas praticamente dobrou na comparação com dez anos atrás.

 

Idosos no Japão (Imagem: Reprodução/YouTube)

As vítimas dos golpes são idosos portadores de demência adquirida como, por exemplo, mal de Alzheimer ou deficiência mental de nascença (Imagem: Reprodução/YouTube)

 

O número de tais reclamações recebidas pelos serviços de proteção ao consumidor em todo o Japão chegou a cerca de 10.600 no ano fiscal de 2013 que terminou em 31 de março deste ano.

Os casos mais comuns contra idosos deficientes incluem a entrega não autorizada de produtos caros e fraudes envolvendo investimentos. Segundo o NCAC, o golpe acontece silenciosamente e o responsável pelo idoso prejudicado só descobre quando vê o desconto no benefício (aposentadoria) no final do mês.

Os idosos em questão são portadores de demência adquirida como, por exemplo, mal de Alzheimer ou deficiência mental de nascença, explica o NCAC em seu relatório.

O número quase que duplicou se for comparado aos 5.800 casos registrado em 2003. Por outro lado, o número total de fraudes semelhantes envolvendo pessoas de qualquer idade caiu para cerca de 920 mil em 2013, contra 1,51 milhão registrados em 2003.

(Do Mundo-Nipo com Agência Kyodo)

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe uma resposta