Sociedade

Quase 80% dos alpinistas apoiam taxa de entrada no Monte Fuji

As duas províncias introduziram taxas de inscrição voluntárias em caráter experimental neste verão japonês.

Do Mundo-Nipo

Cerca de 78.7% dos alpinistas que escalam o Monte Fuji, localizado nas províncias Shizuoka e Yamanashi, aprovam a introdução de uma taxa de entrada na montanha mais alta do Japão.

 

Cobrança de taxa no Monte Fuji (Foto: Kyodo)

Cobrança de taxa no Monte Fuji (Foto: Kyodo)

 

“Os resultados são muito encorajadores, e devemos preparar um sistema para a plena introdução das taxas no próximo verão”, indicou o governador da província de Shizuoka na última sexta-feira (06).

As duas províncias introduziram taxas de inscrição voluntárias em caráter experimental neste verão japonês.

Entre 25 de julho e 03 de agosto , os escaladores foram convidados a pagar 1.000 ienes cada para ajudar a preservar o ambiente do Monte Fuji. Foram coletados um total de 34,132 milhões de ienes.

 

Foto: AFLO

Foto: AFLO

 

A caminhada até o pico da montanha de 3776 metros sempre foi popular, mas o interesse cresceu dramaticamente desde que o Monte foi nomeado Patrimônio Mundial em junho.

Dos 3.261 alpinistas pesquisados, 67,8% disseram que pagaram a taxa voluntariamente , de acordo com os resultados preliminares . Entre os demais , 34,2% disseram que não pagaram porque a taxa não era obrigatória.

 

Monte Fuji 003 (Foto: SXC)

(Foto: SXC)

 

Questionados sobre o valor que a taxa deveria implementada , 44,6% , disse entre ¥ 1.000 e ¥ 2.000 , seguido por 14,3% que optaram por ¥ 3.000 a ¥ 5.000. Outros 3,2% preferiram ¥ 10.000 ou mais.

Sobre as formas de utilizar os fundos gerados , 46,9% disseram que querem que o dinheiro seja aplicado para melhorar as operações de limpeza ao redor da montanha .

Os dois governos provinciais planejar agora para iniciar as discussões detalhadas sobre a introdução completa do sistema.

As informações são da agência Jiji Press.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe um comentário