Sociedade

Imprensa do Japão critica indiciamento de jornalista japonês na Coreia do Sul

Um jornalista ex-chefe do jornal Sankei Shimbun em Seul é acusado de difamar a presidente sul-coreana.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Profissionais da imprensa japonesa estão exortando a Coreia do Sul para retirar acusações contra um ex-chefe do escritório do jornal japonês Sankei Shimbun em Seul, onde autoridades locais indiciaram o jornalista, acusado de difamar a presidente sul-coreana Park Geun-hye, informou a emissora estatal japonesa ‘NHK’.

 

IImprensa do Japão critica indiciamento de jornalista japonês na Coreia do Sul (Imagem: Reprodução/NHK)

O evento contou com a participação de representantes de editoras de jornais, estações de transmissão e agências de notícias (Imagem: Reprodução/NHK)

 

Na quarta-feira (15), a Associação das Editoras de Jornais do Japão realizou um encontro anual na cidade de Niigata, região central do Japão. O evento contou com a participação de representantes de editoras de jornais, estações de transmissão e agências de notícias de praticamente todo o país.

A associação protestou de maneira veemente contra o indiciamento do jornalista japonês e adotou uma resolução exigindo que o caso seja retirado. O grupo declarou que “a liberdade de imprensa é um princípio básico da democracia” e criticou o indiciamento por violar esse princípio, a assim obstruindo o trabalho do jornalista.

O presidente da associação, Kojiro Shiraishi, também falou sobre a preocupação pública em relação à confiabilidade dos jornais no Japão. Ele prometeu lidar com a questão e disse que os membros deveriam se lembrar do seu papel social e da ética do jornalismo.

(Com informações do NHK News.jp)

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta