Japão abrirá entrada a estrangeiros a partir de 11 de outubro

A abertura vale também para as viagens individuais e elimina o limite de entradas por dia, além da isenção de visto, que está de volta.
Painel de boas-vidas ao Japão no Aeroporto de Narita | ©Media Commons
©Media Commons

Atualizado em 04/10/2022

O Governo do Japão anunciou, nesta segunda-feira, a política de retomada da entrada de viajantes individuais a turismo no país, programada para ter início em 11 de outubro, segundo a JNTO – Organização Nacional de Turismo Japonês.

A abertura para as viagens individuais, inclusive eliminando o limite de entradas por dia, permitirá que viajantes internacionais aproveitem o Japão muito mais do que nos últimos dois anos e meio.

Satoshi Seino, Presidente da JNTO, comemorou a declaração do Governo Japonês. “Estou imensamente feliz em poder recepcionar os viajantes individuais a turismo no Japão, após ter lidado com a pandemia por dois anos e meio. Em resposta ao anúncio, a JNTO fará tudo o que puder para disponibilizar informações atualizadas sobre as visitas ao Japão para que muitos turistas possam passear e aproveitar o país”, disse.

“Esperamos que vocês possam ir além de apreciar a cultura, história, natureza e culinária cativantes. Estamos trabalhando arduamente em projetos de turismo sustentável, viagens de aventura e de luxo. O Japão é um destino extremamente atraente, não apenas para o turismo, como também para conferências internacionais e viagens de incentivo. Com o relaxamento das restrições de viagem, o Japão está totalmente preparado para sediar tais eventos”, completou.

O primeiro anúncio foi feito por Taro Kono, ministro de Assuntos Digitais, na última quinta-feira (22).

“Finalmente, o Japão reabrirá suas fronteiras”, escreveu Kono no Twitter, antes de um discurso esperado do primeiro-ministro Fumio Kishida em Nova Iorque.

“A isenção de visto está de volta, sem limites diários e visitas individuais gratuitas”, acrescentou, sem especificar a data de vigência ou a quantos países a medida se aplicaria.

As chegadas diárias ao Japão vem aumentando constantemente desde o início do ano e recentemente chegaram a 50 mil.

A desvalorização do iene, que perdeu 20% de seu valor em relação ao dólar desde o início do ano, deve tornar o Japão ainda mais atrativo para muitos visitantes. E uma entrada de divisas poderia ajudar a conter a queda da moeda nacional e dar um impulso à recuperação econômica.

Em junho, o governo japonês autorizou o retorno de turistas estrangeiros, mas apenas como parte de pacotes turísticos. Este dispositivo foi ampliado no início de setembro para autorizar estadias individuais, mas ainda através de uma agência de viagens.

A abertura também facilitará a entrada de trabalhadores estrangeiros, sendo estendida a sanseis, além de nisseis, descendentes de japoneses de terceira e segunda geração, respectivamente.

Pandemia no Japão

O Japão não recorreu ao confinamento durante a pandemia, mas o uso de máscaras, sem ser imposto pelas autoridades, continua generalizado em locais públicos e transportes.

VEJA TAMBÉM
Imunidade coletiva para Covid-19 chega a 90% no Japão

A taxa de mortalidade atribuível ao coronavírus tem sido relativamente baixa (menos de 35 mortes por 100 mil habitantes).

Links úteis para mais informações:

Total
161
Shares
Previous Article
hambúrguer Samurai Mac | Reprodução/McDonald's Japan

McDonald's aumenta os preços no Japão pela 2ª vez no ano

Next Article
Pessoas em Tóquio | Reprodução/JIJI Press

Imunidade coletiva para Covid-19 chega a 90% no Japão, diz estudo

Related Posts