Lançamentos

Trem de levitação magnética que chega a 600 km/h vai começar a operar em 2027

JR Central já começou com os testes dos novos trens que irão interligar as cidades de Tóquio e Nagoya.

Do Mundo-Nipo

A companhia ferroviária Central Japan Railway, conhecida no Japão por JR Central, revelou nesta quarta-feira (18) seu projeto final para produção de trem de próxima geração que usa sistema de levitação magnética (Maglev), capaz de chegar a 600 km/h.

 

Trem de levitação magnética da JR Central (Foto: Yosuke Fukudome)

A JR Central já começou com os testes dos novos trens que irão interligar as cidades de Tóquio e Nagoya (Foto: Yosuke Fukudome)

 

O presidente da JR Central, Yoshiomi Yamada, detalhou o projeto na manhã desta quarta-feira, na sede da empresa, em Nagoya. A empresa já começou com os testes dos novos trens que irão interligar as cidades de Tóquio e Nagoya, com o início das operações previsto para 2027.

Os trabalhos de construção da nova linha, que contará com seis estações, começarão a partir de 2014. Os terminais serão construídos nas estações de Shinagawa, em Tóquio, e de Nagoya, na cidade de mesmo nome. Ambos serão subterrâneos, com quatro estações entre eles. A maior parte da rota será composta de túneis subterrâneos que atravessam regiões montanhosas na parte central do Japão.

O novo trem levará 40 minutos em um trecho de 286 quilômetros, um trajeto que um trem de alta velocidade “Shinkansen” (trem-bala) leva duas horas para percorrer atualmente, detalhou Yamada.

O presidente explicou que os trens “Maglev” funcionam através de um sistema de levitação magnética que usa motores lineares instalados próximos aos trilhos. Com o campo magnético gerado, o trem é elevado em até 10 centímetros sobre os trilhos, eliminando o contato com o mesmo e tendo apenas o ar como elemento de atrito, o que permite ao trem ganhar mais velocidade.

A JR Central é a operadora do “Shinkansen”que liga Tóquio, Yokohama, Osaka e Nagoya, as quatro maiores cidades do país. A companhia espera estender a linha Tóquio-Nagoya até a cidade de Osaka em 2045.

As informações são da agência Kyodo.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe um comentário