Notícias Variedades

Atum é arrematado por quase R$ 1 milhão em leilão no Japão

Atum de 405 alcançou a cifra exorbitante de 36,45 milhões em leilão no Japão | Reprodução / TV Asahi

O atum azul de 405 quilos, da província de Aomori, foi adquirido pelo grupo atacadista de pescado Yamayuki.

O primeiro leilão de atum do ano no mercado de peixe de Tsukiji, localizado em Tóquio e creditado ser o maior do mundo, aconteceu nesta sexta-feira, pela última vez em seu atual endereço e, como marca a tradição, com preços exagerados, que chegaram aos 36,45 milhões de ienes (cerca de US$ 323,3 mil) por um atum azul (Thunnus thynnus).

Pesando 405 quilos, o atum pescado nas águas de Oma, na província de Aomori, foi adquirido por 90 mil ienes (cerca de US$ 800) o quilo por Yukitaka Yamaguchi, um intermediário do grupo atacadista de pescado Yamayuki, uma das principais atrações turísticas de Tóquio, segundo a agência japonesa “Kyodo”.

Normalmente, este tipo de peixe é vendido no leilão diário de Tsukiji por menos de 70 euros, o quilo, mas os preços subiram na primeira oferta do ano, que serve como promoção para os estabelecimentos e é um evento midiático no Japão.

O recorde até agora é de 155,4 milhões de ienes que Kiyoshi Kimura, dono de uma conhecida cadeia de restaurantes de sushi, pagou no primeiro leilão do ano em 2013.

O chef japonês, que se acostumou a oferecer o maior valor nos últimos anos, adquiriu hoje outro exemplar de atum azul de 190 quilos por 30,4 milhões de ienes (US$ 269,5 mil), o que representa 160 mil ienes (US$ 1,4 mil) o quilo.

Hoje também começou a despedida do tradicional local do leilão, inaugurado em 1935 no distrito central de Chuo, às margens do rio Sumida, pois sua transferência para Toyosu, uma ilha artificial nas proximidades da baía, que está marcado para o dia 11 de outubro.

Com Agência EFE.