Cultura

Filme ‘Rikyu ni Tazuneyo’ é premiado no Festival de Montreal

O filme, que narra a vida de Rikyu, um grande mestre da cerimônia do chá, ganhou o prêmio de Melhor Contribuição Artística no Festival de Cinema de Montreal.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

O filme “Rikyu ni Tazuneyo” (“Ask This of Rikyu”), do diretor Mitsutoshi Tanaka, ganhou o prêmio de Melhor Contribuição Artística no Festival Internacional de Cinema de Montreal deste ano.

 

Rikyu ni Tazuneyo (Imagem: Cartaz/Reprodução)

O ator que interpreta o grande mestre Sen no Rikyu é Ichikawa Ebizo, um jovem e talentoso ator de teatro Kabuki (Imagem: Cartaz/Reprodução)

 

Após o anúncio de premiação no Canadá, Tanaka disse: “Eu realmente fiquei surpreso. Acredito que a beleza da história também foi apreciada pelo público no exterior”.

O protagonista do filme, Ichikawa Ebizo, que é um famoso ator de teatro Kabuki, disse a jornalistas na terça-feira, em uma coletiva no Japão, que estava sentindo muita pressão por representar o grande mestre Sen no Rikyu, que estabeleceu as raízes do sentimento japonês através da cerimônia do chá, a mais de 400 anos.

“Estou muito feliz porque a estética e a cultura do Japão foram apreciadas no exterior”, destacou um entusiasmado Ebizo.

Observando as partes muito limitadas de suas falas no filme, a atriz Miki Nakatani, que desempenhou o papel de esposa de Rikyu, disse: “Espero que o público tenha sido capaz de sentir as falas silenciosas dos pensamentos”, disse ela em uma declaração divulgada depois de participar da cerimônia de premiação em Montreal.

O filme “Rikyu ni Tazuneyo” é baseado no romance, de mesmo nome, de Kenichi Yamamoto. Ele estreará nos cinemas japoneses no dia 7 de dezembro.

Em uma entrevista coletiva na terça à noite, depois de se apresentar no Teatro Kabuki Za, em Tóquio, Ebizo também falou sobre seu falecido pai, Ichikawa Danjuro, uma estrela do teatro Kabuki que teve uma participação no filme.

“Eu sou grato pelo fato de que as memórias de meu pai permanecerão (no filme). Tendo sido aclamado internacionalmente, eu acredito que meu pai teria ficado encantado se estivesse vivo”, destacou Ebizo.

O Festival de Cinema de Montreal é um dos mais importantes da América do Norte. Os prêmios de Melhor Contribuição Artística também foram dados para o filme “Rikyu”, em 1989, dirigido por Hiroshi Teshigahara, e para “Shikibu Monogatari” (“A história de Shikibu”), em 1990, do diretor Kei Kumai.

As informações são da agência Kyodo.

 

Siga o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta