Cultura

Estudante japonesa é premiada em Cannes

O filme “Oh Lucy!”, da jovem estudante de arte Atsuko Hirayanagi, foi premiado na categoria “Cinefondation”.

Do Mundo-Nipo

A foto mostra a jovem diretora Atsuko Hirayanagi (E) ao lado da atriz japonesa Kaori (Foto: Kyodo)

A foto mostra a jovem diretora japonesa Atsuko Hirayanagi (E) com a atriz Kaori, em Cannes (Foto: Kyodo)

O Festival de Cannes premiou os novos talentos do cinema ao reconhecer os trabalhos de estudantes dos Estados Unidos, de Singapura, da Itália e do Reino Unido na Cinefundación.

Na última quinta-feira, o júri, presidido pelo cineasta iraniano Abbas Kiarostami, anunciou o filme “Oh Lucy!”, de Atsuko Hirayanagi, estudante da NYU Tisch School of the Arts Asia, de Singapura, como segundo premiado na categoria Cinefondation, criada em 1998. É a primeira vez que este prêmio foi dado a um cineasta japonês. O segundo lugar rendeu a jovem diretora um prêmio no valor de 11.250 euros.

O vencedor na categoria foi “Skunk”, de Annie Silverstein, da Universidade do Texas. Além do prêmio de 15.000 euros, Silverstein terá o direito de apresentar seu primeiro longa dentro do Festival.

O terceiro lugar ficou com “Lievito Madre”, dirigido por Fulvio Risuleo, do Centro Sperimentale di Cinematografia, da Itália, e para The Bigger Picture”, de Daisy Jacobs, do National Film and Televison School (Reino Unido).

Nesta edição da Cinefundación, participaram 16 curtas realizados por estudantes que foram selecionados entre 1.631 candidatos de 457 escolas de todo o mundo.

“Oh Lucy!” é um curta-metragem de 22 minutos e protagonizado pela atriz japonesa Kaori Momoi, que interpreta uma mulher de 55 anos. O curta narra a história dessa mulher que começa a perceber seus desejos mais íntimos. Sua professora de Inglês então lhe dá uma peruca loira e o nome de “Lucy“.

Do Mundo-Nipo com informações das agências Estado e Kyodo)

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe uma resposta