Turismo no Japão é afetado por escassez de combustível

A crise ocorre porque o aumento de voos internacionais devido ao crescente turismo no Japão superou a capacidade de fornecimento das refinarias de petróleo.
Aviões de passageiros no Aeroporto Internacional de Tóquio | ©Depositphotos
©Depositphotos

A escassez crítica de combustível para voos comerciais em aeroportos por todo o Japão tem dificultado o aumento do número de voos internacionais e na adição de novas rotas, em meio a alta do turismo no Japão, disseram fontes da indústria e do governo no sábado (08), informou a Kyodo News.

O aumento na demanda por voos devido ao crescente turismo receptivo (modalidade de turismo especializada em receber visitantes, seja a lazer ou a negócios), quando superou a capacidade de fornecimento dos refinadores de petróleo, um problema que vem se agravado pela escassez de mão de obra na fase de distribuição, de acordo com a Kyodo.

Com o problema ameaçando enfraquecer os esforços para revitalizar as economias regionais por meio do turismo internacional antes da alta temporada de férias de verão, os ministérios governamentais relevantes estão avaliando a situação para considerar contramedidas.

De acordo com o governo da prefeitura de Hiroshima, no oeste do Japão, uma companhia aérea estrangeira teve que revisar os planos para aumentar os voos da Ásia para o aeroporto de Hiroshima devido à insuficiente oferta de combustível. Outra companhia aérea também está encontrando desafios para garantir combustível para o verão e além, disse.

Os aeroportos de New Chitose, Asahikawa e Obihiro em Hokkaido foram igualmente afetados pela escassez de combustível, pois planejavam aumentar os voos.

Enquanto isso, o operador do aeroporto de Sendai, no nordeste do Japão, disse que não foi afetado, mas as companhias aéreas expressaram preocupações sobre a escassez de combustível.

A Associação Nacional de Governadores está considerando solicitar que o governo central tome medidas, pois os aeroportos em partes das regiões de Kansai, Shikoku e Kyushu também enfrentam dificuldades em aumentar o número de voos, de acordo com fontes do governo local familiarizadas com o assunto.

No Japão, os atacadistas de petróleo fornecem combustível refinado a partir de petróleo bruto para aeronaves de passageiros por contrato. Eles não podem aumentar repentinamente a produção, pois têm consolidado instalações em antecipação a um declínio de médio a longo prazo na demanda por produtos de petróleo.

Há também a opção de vender combustível importado como medida temporária. Mas eles enfrentam o risco de não serem lucrativos dessa maneira.

“Estamos priorizando o aumento da demanda dos clientes existentes e não podemos responder adequadamente a (planos para) novas rotas internacionais ou aumentos repentinos de voos”, disse, à Kyodo, uma fonte de uma refinaria de petróleo.

Além disso, houve escassez de motoristas e trabalhadores de aeroportos envolvidos no processo de transporte de combustível das refinarias para os aeroportos e bombeamento para as aeronaves.

Número de turistas no Japão supera nível pré-pandemia

Um relatório da Organização Nacional de Turismo do Japão (JNTO) divulgado em maio revelou que o número de visitantes estrangeiros superou os 3 milhões no país pelo segundo mês consecutivo.

As entradas de visitantes internacionais no Japão em abril aumentaram 56% em relação ao ano anterior e foram 4% mais altas do que em 2019, antes que a pandemia de Covid-19 fechasse as fronteiras globais.

O número animador é um incentivo à meta do governo japonês de atrair 60 milhões de visitantes anualmente até 2030.

== Mundo-Nipo (MN)

Fonte: Kyodo News Japan
Foto em Destaque: Depositphotos

Total
0
Shares
Previous Article
Bolsa de estudo no Japão | Edição Mundo-Nipo

Inscrições para bolsas de estudo no Japão vão até 28 de junho

Next Article
Trabalhadores no Japão | ©Bloomberg / Kyodo

Japão expande plano de combate a disparidade salarial de gênero

Related Posts