Esportes

Japonesa e brasileira de 13 anos conquistam ouro e prata no skate

©Kyodo

Momiji Nishiya e Rayssa Leal, ambas com apenas 13 anos, são as mais jovens medalhistas dos Jogos de Tóquio.

A final do skate street feminino nos Jogos de Tóquio. terminou com duas adolescentes no pódio mais alto, com a japonesa Momiji Nishiya conquistando a medalha de ouro, e a brasileira Rayssa Leal ficando com a prata nesta segunda-feira (26). Ambas skatistas têm apenas 13 anos de idade, as mais jovens medalhistas das olimpíadas na capital japonesa.

Com 13 anos e 11 meses de idade, e quinta colocada no ranking mundial, Momiji Nishiya conseguiu boas sequências de manobras e garantiu o ouro com média 15.26 na competição realizada no no Ariake Urban Sports Park.

Nishiya conquistou o ouro ao acertar uma excelente manobra em sua última tentativa | Reprodução/Kyodo

“Não pensei que pudesse ganhar, mas todos ao meu redor me apoiaram, então estou feliz por ter encontrado meu ritmo”, disse Nishiya.

Nishiya superou Kyoko Iwasaki como a mais jovem medalhista de ouro olímpica do Japão. Iwasaki conquistou medalha de ouro na natação aos 14 anos, quando competiu na modalidade dos 200 metros nado peito nos Jogos de Barcelona de 1992.

Por sua vez, a brasileira Rayssa tem apenas 13 anos e seis meses de idade, ou seja, ela é a mais jovem skatista nos Jogos de Tóquio. A ‘fadinha’, como é conhecida, figura na segunda colocação do ranking mundial e era uma das favoritas ao título olímpico.

A ‘fadinha’ Rayssa Leal começou bem na competição, se destacando nas manobras e mantendo constância ao longo das apresentações. Como resultado, conquistou a medalha de prata ao somar 14.64 pontos para se tornar a medalhista mais jovem do Brasil.

Rayssa estava na frente e poderia ser a campeão olímpica, mas a pequena skatista errou a última tentativa de manobra / Reprodução/Kyodo

“O nível do skate feminino está aumentando cada vez mais”, disse Raissa nma coletiva de imprensa. Ela ainda mandou um recado às meninas que pensam em entrar no mundo do esporte: “Basta sonhar, persistir e confiar”.

A medalha de bronze ficou com a também japonesa Funa Nakayama, de 16 anos. Como resultado da pouca idade das três skatistas, o pódio da modalidade estreante é um dos mais novos na história dos Jogos Olímpicos.

Favoritas lesionadas

A japonesa Aori Nishimura, número três do mundo, participou da final sentindo dores por conta de uma queda sofrida nos treinamentos. A skatista acabou ficando na última colocação.

As outras brasileiras, Pamela Rosa e Leticia Bufoni, tiveram problemas nas preliminares e acabaram não se qualificando para a decisão. No caso de Pamela, a skatista entrou na pista com o tornozelo lesionado.

Skate street masculino

A competição masculina aconteceu no domingo, com Yuto Horigome, do Japão, conquistando a medalha de ouro na modalidade, enquanto o brasileiro Kelvin Hoefler ficou com a prata.

Horigome conseguiu a melhor nota (9.50) da disputa e totalizou 37.18 na pontuação geral para se sagrar o primeiro campeão olímpico do skate. O norte-americano Jagger Eaton ficou com o bronze.

== Mundo-Nipo (MN)
Fonte: Kyodo News.