Esportes

Japão coloca, pela 1ª vez, uma mulher no comando da seleção feminina de futebol

A japonesa Asako Takakura, de 48 anos, foi anunciada hoje como técnica das Nadeshiko.

A Federação Japonesa de Futebol anunciou nesta quarta-feira (27) que a japonesa Asako Takakura será a nova técnica da Seleção Nacional de Futebol Feminino do Japão. Com o anúncio, a japonesa de 48 anos se torna a primeira mulher a assumir esse cargo na história futebolística do país.

Takakura substitui o técnico Norio Sasaki, que levou as Nadeshiko (conforme os japoneses chamam a seleção feminina) ao título inédito de campeãs da Copa do Mundo de 2011, na Alemanha, com direito a classificações sobre as donas da casa e vitória na final com os Estados Unidos.

Ainda sob o comando de Sasaki, a seleção feminina conquistou a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de 2012, perdendo para as norte-americanas na final, uma derrota que se repetiu também na decisão do Mundial de 2015, no Canadá.

Contudo, a desqualificação das Nadeshiko nas eliminatórias para os Jogos Olímpicos do Rio 2016 foi apontada como provável responsável pela saída de Sasaki.

Takakura, que atuou como meio-campista pela seleção japonesa em duas Copas do Mundo (1991 e 1995), bem como nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996, tem um currículo impecável. Na condição de técnica, Takakura levou o Japão ao título da Copa do Mundo Feminina Sub-17 em 2014. No ano seguinte, deu ao Japão o título do Campeonato Asiático Sub-19 de 2015.

A primeira mulher à frente da Seleção Nacional Japonesa de Futebol Feminino também será responsável pela Seleção Nacional sub-20.

O primeiro teste de Takakura no comando das Nadeshiko será um par de amistosos fora de casa contra a atual seleção campeã mundial, ou seja, os Estados Unidos. Os jogos estão programados para o dia 2 e 5 de junho, nos  Colorado e em Cleveland, respectivamente.

Fontes: ESPN News | Agência Kyodo.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe uma resposta