Esportes de Inverno

Patinação artística: Mao e Kim fazem apresentação perfeita, mas ouro fica com Sotnikova

Mesmo com Mao conseguindo realizar com perfeição seu “triple axel” e Yuna Kim esbanjando talento, a jovem Sotnikova conquistou o ouro e emocionou a plateia em Sochi.

Do Mundo-Nipo

Em um dia marcado pela disputa acirrada, com a japonesa Mao Asada conseguindo realizar com perfeição seu “triple axel” e a norte-coreana Yuna Kim esbanjando talento, a jovem russa Adelina Sotnikova emocionou a plateia em Sochi nesta quinta-feira (20), e acabou desbancando as favoritas para se consagrar como a grande campeã da patinação artística individual feminina nesta que é a 22º edição dos Jogos Olímpicos, realizada em Sochi, na Rússia.

 

Olimpíadas de Sochi: Adelina Sotnikova conquista ou ouro na patinação artística (Foto: RIA Novosti)

Com uma apresentação impecável, a jovem de apenas 17 anos emocionou a plateia em Sochi (Foto: RIA Novosti)

 

Com uma apresentação impecável, Sotnikova, de apenas 17 anos, conseguiu marcar 149,95 pontos no programa livre, a maior pontuação da competição, somando 224,59 no total, que inclui o programa curto do dia anterior.

A sul-coreana Yuna Kim, apesar de fazer uma apresentação perfeita, acabou com a prata, com 144,19 pontos no programa livre.

Kim havia conseguido as notas mais altas no programa curto, somando 74,92 pontos. Entretanto, as notas em sua apresentação de hoje não foram o suficiente para ultrapassar a jovem russa. Kim, que é a atual campeã mundial e ouro na versão anterior das Olimpiadas de Inverno, terminou com uma desvantagem de quase cinco pontos atrás de Sotnikova, com a pontuação total de 219,11.

Carolina Kostner, da Itália, ficou com o bronze olímpico, somando 219,73 pontos no total, após marcar 142,61 pontos no programa livre.

A japonesa Mao Asada, que decepcionou no programa curto, quando ficou na 16º posição, fez uma apresentação brilhante nesta quinta. A medalhista de prata nas Olimpíadas de Inverno em Vancouver mostrou o motivo pelo qual é considerada a patinadora mais técnica da atualidade.

 

Olimpíadas de Sochi: Mao Asada consegue realizar com perfeição seu "triple axel" no programa livre (Foto: RIA Novosti)

Mao executou de forma excepcional seu “triple axel” (Foto: RIA Novosti)

 

Mao executou de forma excepcional o triple axel, salto que apenas ela é capaz de executar entre todas as patinadoras. Além de sua combinação de saltos triplos executados com perfeição.

Sua nota no programa livre foi de 142,71 pontos, maior do que a medalhista de bronze Carolina Kostner. Mao Asada acabou em 6º e ao fim de sua apresentação desabafou com um choro emocionado.

Sua última performance em Sochi pode não ter lhe garantido medalha, mas lavou toda e qualquer decepção tida pelos fãs.

O Japão teve mais duas japonesas na competição: Akiko Suziki, que terminou em 8º lugar, totalizando 186,32 pontos (60.97 no programa curto e 125.35 no programa livre). A outra japonesa, Kanako Murakami, de apenas 17 anos, ficou em 12º lugar, totalizando 170,98 pontos (55.60 pontos no programa curto e 115.38 pontos no programa livre).

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe um comentário