Meio ambiente e Energia

Japão enfrenta dificuldades com descontaminação radioativa de cidades

O Ministério informou que até o final do ano vai elaborar um novo calendário para lidar com a descontaminação.

Do Mundo-Nipo

Descontaminação radioativa no Japão (IFoto: reprodução NHK)

O Ministério informou que até o final do ano vai elaborar um novo calendário para lidar com a descontaminação.

Os governos central e locais do Japão então enfrentando desafios com a descontaminação de áreas afetadas pela radiação da usina nuclear Fukusuhima Daiichi.

O governo central é responsável pela remoção de radiação de 11 áreas de evacuação na província de Fukushima até o final de março de 2014.

Entre as 11 cidades, apenas a de Tamura teve a descontaminação concluída.

Na terça-feira (10), o Ministério do Meio Ambiente admitiu que não será capaz de concluir o trabalho em 7 das cidades e vilas dentro  do prazo. As cidades incluem Minamisoma, Namie e Futaba.

O Ministério informou que até o final do ano vai elaborar um novo calendário para lidar com a descontaminação dessas áreas.

Enquanto isso, 100 governos locais em oito províncias são responsáveis pela limpeza de outras áreas evacuadas,incluindo as províncias de Iwate, Gunma, Saitama e Chiba, que até o final de junho haviam descontaminado seus estabelecimentos de ensino.

Mas em residências, o trabalho está concluído em apenas 20% das cerca de 380 mil unidades indicadas para a descontaminação.

As informações são da rede NHK.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.