Meio ambiente e Energia

Cidade sustentável da Panasonic receberá primeiros habitantes em 2014

Na cidade de Fujisawa, no leste do Japão, todas as casas funcionarão à base de energia solar e só haverá carros elétricos.

Do Mundo-Nipo

A cidade de Fujisawa, no leste do Japão, que durante cerca de 50 anos abrigou um enorme parque fabril da gigante Panasonic, onde eram produzidos milhares de eletrodomésticos, agora está se transformando em uma cidade totalmente sustentável, erguida ao custo do equivalente a R$ 1,3 bilhão.

 

Fujisawa, uma cidade sustentável (Foto: Panasonic/Divulgação)

Em Fujisawa, todas as casas terão painéis solares no telhado (Foto: Panasonic/Divulgação)

 

O local, que tem uma área de 19 hectares – o equivalente a 24 estádios de futebol – receberá os primeiros habitantes em abril de 2014.

Neste vilarejo sustentável, todos os carros serão elétricos, as casas funcionarão à base de energia solar e haverá até incentivo financeiro para que os moradores vivam de forma sustentável.

Até 2018, mil famílias deverão povoar o vilarejo sustentável que é batizado de Fujisawa Sustainable Smart Town.

O projeto é parcialmente financiado pela Panasonic, que além de ter cedido os terrenos, responderá por 50% do investimento total. A empresa conta com a parceria de outras oito empresas: sete japonesas e uma norte-americana.

O valor das habitações sustentáveis ainda não foi revelado, mas uma casa “panahome” (modelo sustentável pré-fabricado da Panasonic) é vendida por cerca de R$ 1 milhão no Japão.

A diferença é que agora não serão apenas as casas que funcionarão de forma inteligente e ecológica, mas uma cidade inteira.

 

Assista ao vídeo com a apresentação da futura “Fujisawa Sustainable Smart Town”:

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.