Meio ambiente e Energia

Japão deve rever política energética básica até o final do ano

A política energética básica existente vê a energia nuclear como uma fonte fundamental de energia elétrica.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

O governo japonês deve revelar até o final do ano sua política de médio a longo prazo para energia nuclear em um mix de fontes de energia do país.

Até o final do ano, o governo pretende rever a atual política energética básica, que foi elaborada em 2010, quando o Partido Democrático do Japão estava no poder.

A revisão vai iniciar no próximo mês, com aplicação das lições aprendidas com a crise nuclear na usina Fukushima Daiichi, que foi devastada pelo terremoto e tsunami de 2011.

Em reunião na última quarta-feira, membros da subcomissão de energia divulgaram as suas opiniões sobre a energia nuclear.

O professor da Universidade de Kyoto, Hajimu Yamana, disse que a energia nuclear é importante do ponto de vista da segurança energética. Keigo Akimoto, Instituto de Inovação Tecnológica para Pesquisa na Terra defendeu que a energia nuclear é uma fonte acessível de eletricidade e útil para o combate ao aquecimento global.

A política energética básica existente vê a energia nuclear como uma fonte fundamental de energia elétrica e tem o objetivo de aumentar a proporção de energias que não emitem dióxido de carbono, incluindo a energia atômica e hidráulica, para cerca de 70% da matriz energética do país até 2030.

Na próxima revisão, o governo não tem planos de incluir uma meta numérica para um nível desejável de dependência da energia nuclear, uma vez que não se sabe quantos reatores poderão voltar a operar.

As informações são da agência Jiji Press.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •