Meteorologia Notícias

Monte Aso, no sudoeste do Japão, entra em erupção

Reprodução/Kyodo

A erupção causou uma coluna de cinzas de 3,5 mil metros acima do Monte Aso, o mais extenso entre todos os vulcões ativos no Japão.

O Monte Aso, na ilha Kyushu, no sudoeste do Japão, entrou em erupção na manhã de quarta-feira (hora local), liberando uma gigantesca coluna de cinzas de mais de 3 mil metros de altura. Segundo a Kyodo News, não foram registrados feridos em razão da erupção, mas uma grande área foi restrita, com nível de alerta elevado pela Agência Meteorológica do Japão (JMA).

A JMA informou que a erupção ocorreu às 11h43 de quarta-feira (23h43 de terça-feira em Brasília) na cratera Nakadake. O nível de alerta vulcânico do Monte Aso foi aumentado para 3 em uma escala de 5, com entrada restrita a áreas dentro de um raio de 2 quilômetros da cratera.

Um total de 16 alpinistas se encontravam no monte no momento da erupção vulcânica, mas todos foram retirados em segurança.

A cinza vulcânica explodiu a mais de 1 km da cratera e atingiu uma altura de cerca de 3.500 metros, enquanto um fluxo piroclástico foi confirmado a 1,3 km a oeste da cratera pela primeira vez desde outubro de 2016, de acordo com a agência. Grandes cinzas vulcânicas também foram ejetadas a cerca de 900 metros ao sul da cratera.

Em uma entrevista coletiva extraordinária na quarta-feira, a agência disse que não havia sinais que justificassem a necessidade de aumentar o nível de alerta para 3 antes da erupção do vulcão. Contudo, a agência havia elevado o nível de alerta para o Monte Aso de 1 para 2 no dia anterior.

Pessoas que estavam próximas filmaram a erupção e postaram nas redes sociais.

Monte Aso, um dos maiores vulcões ativos do mundo 

Situado em uma região pouco habitada na província de Kumamoto, a cerca de 1.000 km a sudoeste de Tóquio, o Monte Aso conta com cinco picos, uma altura máxima de 1.592 metros e uma caldeira que o transforma no vulcão ativo mais extenso do Japão e um dos maiores do mundo.

O Monte Aso teve uma pequena erupção em 2019, mas a última vez que o Monte Aso entrou em erupção “explosiva” foi em outubro de 2016, provocando a retirada de dezenas de pessoas.

Círculo  de Fogo do Pacífico

O Japão é o lar de mais de 100 vulcões ativos. Isso porque o arquipélago é localizado no chamado Círculo de Fogo do Pacífico (ou Anel de Fogo), uma área formada no fundo do oceano por uma grande série de arcos vulcânicos e fossas oceânicas, coincidindo com as extremidades de uma das maiores placas tectônicas do planeta.

== Mundo-Nipo (MN)
Fonte: Kyodo News.