Meteorologia

Risco de mais deslizamentos obriga Japão suspender buscas em Hiroshima

As chuvas continuam em Hiroshima e a prefeitura ordenou a evacuação de mais 164 mil pessoas.

Do Mundo-Nipo com Agências

A busca por sobreviventes foi suspensa nesta sexta-feira (22) em Hiroshima, no sudoeste do Japão, ante o risco de novos deslizamentos de terra na cidade, onde o último balanço oficial da tragédia tem 39 mortos e 51 desaparecidos.

 

Soldados das Forças de Autodefesa do Japão ajudam na busca por sobreviventes em Hiroshima (Foto: Kyodo)

Um força conjunta tem trabalhado na busca por desaparecidos em meio aos escombros de dezenas de casas que foram soterradas na madrugada de quarta-feira (Foto: Kyodo)

 

Corpo de Bombeiros, polícia e uma equipe especial da Força Terrestre de Autodefesa do Japão, bem como socorristas de outras regiões, formaram uma força conjunta composta por mais de 2 mil pessoas. Eles têm trabalhado dia e noite na busca por desaparecidos em meio aos escombros de dezenas de casas que foram atingidas na madrugada de quarta-feira pelos deslizamentos nas montanhas da região de Hiroshima, o que provocou o caos na cidade.

Quase 200 casas foram destruídas ou inundadas pelos deslizamentos de terra, sobretudo nos bairros de Asaminami e Asakita. De acordo com o governo, quase 30 deslizamentos de terra aconteceram de maneira simultânea.

“O membros dos serviços de resgate foram retirados por temores de novos deslizamentos de terra”, anunciou um oficial de policial de Hiroshima.

O porta-voz da prefeitura de Hiroshima, Takatoshi Okamoto disse que foi observado que a forma da montanha mudou. “O vice-ministro para a gestão de desastres, Yasutoshi Nishimura, ordenou a suspensão das operações em certas áreas”, disse o porta-voz.

Desde quinta-feira à noite, a região afetada sofre com fortes chuvas. Mais de 2,8 mil pessoas trabalham nos resgates.

A prefeitura de Hiroshima ordenou nesta sexta-feira a saída de mais 4.400 pessoas de suas casas e recomendou a outras 164.000 a mesma medida. Centenas de casas continuam sem energia elétrica e água corrente.

O balanço de mortos permanece em 39, mas o número de desaparecidos aumentou, o que provoca o temor de um número final de vítimas fatais muito acima do atual.

“A princípio, contamos apenas as pessoas das quais temos certeza que desapareceram, por exemplo por testemunhos de pessoas que as viram arrastadas pela lama. Mas o número aumenta à medida que avaliamos a situação”, disse uma fonte da polícia de Hiroshima.

(Com informações das agências AFP e Kyodo)

 

*Veja como está o Tempo no Japão neste momento.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.