Japão se prepara para receber mais neve e frio congelante

A Agência Meteorológica do Japão prevê temperaturas abaixo de zero em vastas áreas do país, desde a ilha de Hokkaido, no extremo norte, até a região de Kyushu, no sudoeste.
Pessoas caminham com dificuldade em meio a nevasca em Fukuoka | ©Kyodo
Pessoas caminham com dificuldade em meio a nevasca em Fukuoka | ©Kyodo

Atualizado em 27/01/2023

Uma vasta área do Japão está se preparando para receber mais neve pesada e ventos fortes na quinta-feira, uma vez que a temperatura ultra baixa neste inverno asiático permanece sobre o arquipélago japonês, com as autoridades alertando sobre interrupções no tráfego aéreo, terrestre e marítimo devido ao gelo nas estradas, nevascas com ventos fortes e mar agitado com ondas altas, informou hoje a Kyodo News.

A Agência Meteorológica do Japão (JMA, na sigla em inglês) previu temperaturas abaixo de zero em muitos locais, desde a ilha de Hokkaido, no extremo norte, até a região de Kyushu, no sudoeste, na manhã de quarta-feira, com previsão de que a temperatura caia para 3°C negativos em Tóquio e 2°C negativos em Osaka.

As companhias aéreas Japan Airlines (JAL) e All Nippon Airways (ANA) pretendem cancelar mais de 200 voos na quarta-feira, enquanto a JR East suspenderá o serviço de trem-bala entre Fukushima e Shinjo na linha Yamagata Shinkansen na região nordeste de Tohoku.

Como os fortes padrões de inverno devem se manter até quinta-feira, algumas partes do país podem ter as temperaturas mais baixas em uma década, informou a Agência Meteorológica do Japão.

Os sistemas de baixa pressão perto de Hokkaido estão levando o ar mais frio deste inverno, tornando as condições atmosféricas extremamente instáveis, disse a JMA.

Uma massa de ar frio com temperaturas de -42°C ou menos permanece cerca de 5.000 metros acima das áreas do norte e leste do Japão, enquanto outra com temperaturas de -36°C ou menos foi observada no oeste.

Nas 24 horas até às 18h locais de quarta-feira, alguns pontos da região de Hokuriku, no centro do Japão, podem receber até 90 centímetros de neve, enquanto a região de Tohoku (nordeste) tem previsão de acumular 80 centímetros de neve.

Os ventos podem atingir até 126 quilômetros por hora em áreas de todo o país, disse à agência.

Na terça-feira foi observada queda de neve no centro de Tóquio pela primeira vez nesta temporada, enquanto Fukuoka e Kagoshima, ambas na região de Kyushu, também registraram queda de neve e temperaturas abaixo de zero.

JAL e ANA cancelaram mais de 200 voos na terça-feira, impactando mais de 8.000 pessoas.

No oeste do Japão, a companhia ferroviária JR West suspendeu seu serviço Sanyo Shinkansen (trem-bala) entre Shin-Osaka e Okayama na noite de terça-feira devido a um problema técnico relacionado à neve.

O acúmulo de neve chegou a 30 centímetros em apenas três horas de nevasca em Maniwa, na província de Okayama, registrando um recorde na cidade, enquanto Otari, na província de Nagano, viu mais de 40 centímetros de neve acumulada.

Inverno japonês é o mais rigoroso em uma década

As nevascas caíram mais cedo nesta temporada de inverno no Japão, com amplas áreas do país recebendo neve pesada desde meados de dezembro passado.

Na semana que antecedeu o Natal, as tempestades de neve causaram a morte de 13 pessoas e deixaram cerca de 80 feridos, sendo que mais de uma dezena ficou em estado grave no oeste e no centro do Japão.

Vídeo mostra as áreas mais atingidas pela neve na quarta-feira

Kyodo News

== Mundo-Nipo (MN)

Total
0
Shares
Related Posts