Meteorologia Notícias

Forte terremoto de magnitude 6,3 atinge o nordeste do Japão

Mapa do terremoto de 6,3 na costa de Aomori em 21/12/2020 | Foto: JMA
©JMA

Potente terremoto foi sentido desde áreas no nordeste até o extremo norte do Japão. Tremor foi descrito como ‘assustador’.

  • 588
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    588
    Shares

Um fortíssimo terremoto com magnitude de 6,3 na escala Richter atingiu a costa do nordeste do Japão na segunda-feira (21), sendo sentido intensamente em várias cidades no nordeste e extremo norte do país, informou a Agência Meteorológica do Japão (JMA, na sigla em inglês), afirmando que, embora muito potente, o tremor não ofereceu risco de tsunami.

O sismo ocorreu às 2h23 locais de segunda-feira (14h23 de domingo no horário de Brasília), com epicentro registrado na costa da província de Aomori, a uma profundidade de 10 quilômetros, de acordo com a JMA, que chegou a revisar para 6,5 a magnitude do tremor, mas retomou o grau de 6,3 inicialmente anunciado.

Mapa mostra o epicentro e as áreas atingidas pelo potente sismo | ©JMA

A cidade de Morioka, na província de Iwate, foi a mais abalada, registrando intensidade de -5 graus (meio ponto abaixo de 5) na escala japonesa, que vai de 1 até 7 – a escala japonesa considera o nível de abalo sentido na superfície da terra, enquanto a escala Richter equivale à intensidade do terremoto no epicentro.

Segundo a Kyodo News, o terremoto foi descrito como assustador para muitas pessoas nas áreas mais atingidas. Mas, felizmente, não houve relatos imediatos de feridos ou grandes danos a edificações. Também não foram reportadas anormalidades nas usinas nucleares e instalações afiliadas na região.

O potente tremor foi sentido em áreas longínquas ao epicentro, tais como em algumas cidades em Hokkaido, ilha no extremo norte do Japão, onde a cidade de Hakodate registrou intensidade máxima de 4 graus na escala japonesa.

A JMA alertou que não não há risco de tsunami, mas poderá ocorrer pequenas alterações nos níveis do mar na área costeira do Oceano Pacífico, sobretudo no litoral do nordeste e norte do Japão

Anel de Fogo do Pacífico

O Japão faz parte do chamado “Anel de Fogo do Pacífico”, uma das zonas sísmicas mais ativas do mundo, e sofre terremotos diariamente. Mediante isso, o país possui uma infraestrutura desenvolvida para resistir a tremores que poderiam ser fatais em outras partes do mundo.

*Veja no site da JMA os dados completos do terremoto na costa de Aomori, incluindo todas as cidades/áreas afetadas.

Mundo-Nipo (MN)
Fontes: Japan Meteorological Agency | Kyodo News.

  • 588
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    588
    Shares