Espacial Política

Japão ampliará número de satélites “espiões” para melhorar segurança territorial

O plano é parte da nova política de segurança nacional do primeiro-ministro japonês Shinzo Abe.

Do Mundo-Nipo com Agência Kyodo

O plano é parte da nova política de segurança nacional do primeiro-ministro japonês Shinzo Abe.

Satélite japonês de coleta de dados (Foto: JAXA/NASA) 

Satélite japonês de coleta de dados (Foto: JAXA/NASA)

 

O governo japonês elaborou um plano de desenvolvimento espacial para melhorar sua capacidade de fornecer segurança territorial. O plano inclui o aumento no número de satélites de coleta de dados em meio a expansão marítima da China na região, bem como suas incessantes incursões no território japonês, além das atividades militares norte-coreanas no Mar do Japão.

O projeto, que é parte da nova política de segurança nacional do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, tem como meta aumentar o número dos satélites destinados à coleta de informações de inteligência, Information Gathering Satellite (IGS), ou seja, os chamados “satélites espiões”. Atualmente, o país possui quatro unidades desse satélites, que têm o propósito de coletar imagens de atividades na região, inclusive de instalações militares.

O número de satélites “quasi-Zenith” também será aumentado, de 1 para 7 unidades. Esses satélites cobrirão os céus do Japão com a finalidade de fornecer um serviço de posicionamento mais preciso e estável.

O plano inclui ainda a criação de instalações para monitorar o espaço e estabelecer um sistema operacional abrangente. O texto do projeto também se refere à promoção de legislação destinada a facilitar a entrada de empresas privadas na indústria espacial.

O governo pretende apresentar a proposta em uma reunião programada para a próxima sexta-feira com o Partido Liberal-Democrata (PLD), partido governista. Se for aprovado, o projeto será concluído até o final deste ano e começará a ser implantado a partir do ano fiscal de 2015.

== Kyodo

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.