Política

Japão diz EUA não aconselhou companhias aéreas a cumprir as exigências chinesas

O premiê fez os comentários depois de um documento do Departamento de Estado dos EUA, emitido na sexta-feira.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse neste domingo que os Estados Unidos comunicaram que não aconselharam suas companhias aéreas a cumprir as exigências chinesas na zona de identificação de defesa aérea criada pela China.

“Confirmamos através dos canais diplomáticos que o governo dos EUA não solicitou as companhias comerciais para apresentarem planos de vôo”, disse Abe durante uma viagem de inspeção em Kamaishi, província de Iwate.

O premiê fez os comentários depois de um documento do Departamento de Estado dos EUA, emitido na sexta-feira, afirmar que o governo “em geral espera que as companhias norte-americanas que operam internacionalmente operem de acordo com as políticas de notificação emitidos por países estrangeiros”.

O Japão pretende reafirmar sua cooperação com Estados Unidos contra zona de identificação de defesa aérea da China durante uma visita do vice-presidente norte-americano Joe Biden, que deve chegar ao país na segunda-feira (02).

As informações são da agência Kyodo.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta