Política

Foguete norte-coreano tinha componentes dos EUA e de países europeus, diz NHK

Fontes diplomáticas sul-coreanas afirmam que os destroços do foguete incluem componentes dos EUA e de dois países europeus.

Do Mundo-Nipo

A emissora pública ‘NHK’ informou neste domingo (16) que a Coreia do Norte utilizou vários componentes fabricados nos Estados Unidos e em nações europeias na construção de um foguete que foi lançado em 2012.

O polêmico foguete norte-coreano, denominado Unha-3, teria a missão de transportar um satélite, segundo Pyongyang. Afirma-se, porém, que o foguete tinha a finalidade de testar um míssil de longo alcance.

Na época, as Forças Armadas da Coreia do Sul retiraram do mar alguns destroços do foguete e realizaram uma análise do material juntamente com especialistas de várias nações. Até então, era suposto que o foguete fora construído com componentes produzidos na China, aliada do governo norte-coreano.

Entretanto, diversas fontes diplomáticas ouvidas pela NHK afirmam que os destroços retirados do mar incluem componentes como circuitos eletrônicos fabricados nos Estados Unidos, um transmissor britânico e um conversor suíço.

A maior parte dos componentes foi comercializada para o público em geral e provavelmente não será vista como equipamento sujeito a quaisquer das sanções impostas à Coreia do Norte pelo Conselho de Segurança da ONU.

Segundo observadores, a conclusão da análise poderá levar nações membros da ONU a fazer um apelo para que seja ampliada a proibição de exportações com destino à Coreia do Norte, detalhou a NHK.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.