Política

Japão aprova lei que pode impedir investigações de erros de autoridades

O Japão aprovou na noite de terça-feira (26) um projeto de lei para tornar mais rígida as penas para aqueles que revelarem segredos de Estado.

Do Mundo-Nipo

O Japão aprovou na noite de terça-feira (26) um projeto de lei para tornar mais rígida as penas para aqueles que revelarem segredos de Estado.

O projeto de lei foi aprovado na Câmara Baixa por maioria dos votos em apoio à coalizão governista do Partido Liberal Democrático e Novo Komeito. O projeto agora deve passar pela Câmara Alta.

A lei define que servidores públicos, jornalista ou qualquer pessoa que revele segredos nacionais serão condenados até 10 anos de prisão.

Milhares de japoneses protestam contra a lei, que pode impedir investigações fundamentais como erros de autoridades, conforme observado nas negociações de 2011, que contribuíram para a crise nuclear em Fukushima.

O líder do Partido Democrata, Bari Kaieda, da oposição, disse nesta terça-feira que ontem deve ser lembrado como o dia em que o partido no poder começou a sair do controle.

Kaieda disse que não pode deixar de expressar indignação com o uso da força de números do partido do poder para o projeto de lei por meio da coação, desrespeitando a crescente oposição da opinião pública.

O primeiro-ministro Shinzo Abe, entretanto, insiste que a lei é essencial para criação de um Conselho de Segurança semelhante ao dos Estados Unidos.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.