Inovação

Japoneses desenvolvem versão mais veloz de robô que joga ‘joquempô’

Em vez de usar previsão conforme os humanos, o robô usa reconhecimento e reação em alta velocidade.

Do Mundo-Nipo

Cientistas da Universidade de Tóquio desenvolveram uma segunda versão do robô que joga joquempô, brincadeira conhecida no Brasil por ‘pedra-papel-tesoura’. Batizado a partir do nome original do jogo no Japão, Janken é tão rápido que sempre vence os humanos.

 

Robô que joga joquempô (Imagem: Laboratório Ishikawa Oku/Reprodução)

Em vez de usar a previsão, o robô usa reconhecimento e reação em alta velocidade (Imagem: Laboratório Ishikawa Oku/Reprodução)

 

O “jogador” é uma versão aprimorada de outro robô apresentado pela Universidade de Tóquio em junho de 2012. Em vez de usar previsão, ambos os robôs usam reconhecimento e reação, apresentando a escolha quase ao mesmo tempo em que um humano exibe a mão.

Janken, no entanto, é uma versão mais veloz que seu antecessor. Ele sempre vence seu oponente porque, tecnicamente, trapaceia.

Em vez de realizar uma ação simultânea premeditada, como dita a regra do jogo, o robô jogador reage extremamente rápido ao movimento da mão humana, ou seja: ele vê a escolha do oponente e utiliza de sua velocidade ampliada para apresentá-la quase que simultaneamente.

A versão anterior apresentava uma resposta com atraso de 20 milésimos de segundo, o que permitia uma remota chance de vitória humana, enquanto a alta velocidade da nova versão de Janken responde aos movimentos com 100% de aproveitamento.

 

Assista ao vídeo:

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe uma resposta