Curiosidades Inovação

Empresa japonesa desenvolve sutiã que abre ao detectar o ‘amor verdadeiro’

O sutiã abre sozinho quando detecta alterações nos batimentos cardíacos de sua portadora.

Do Mundo-Nipo

A Ravijour, uma fabricante japonesa de lingerie, produziu um sutiã que promete abrir sozinho quando detecta o “verdadeiro amor” que emana de sua portadora.

 

Sutiã que abre quando usuária sente "amor verdadeiro" (Imagem: Reprodução/Ravijour)

O protótipo do sutiã foi apresentado num vídeo publicado pela empresa no início do ano (Imagem: Reprodução/Ravijour)

 

Embora seja de conhecimento geral que o “verdadeiro amor” não é exatamente algo que possa ser medido ou quantificado, a empresa afirma ser possível.

As explicações técnicas é que o sutiã monitora a frequência cardíaca do seu portador e outras estatísticas vitais para determinar se há ou não qualquer “amor” no ar.

Esse sistema pode levar a uma compreensão de que o sutiã pode abrir em diversas situações. Para tanto, basta o usuário levar um susto ou simplesmente ter o coração acelerado devido a esforços excessivos, como subir escadas ou apenas quando estiver praticando exercícios físicos.

Essa compreensão, no entanto, é descartada pela empresa. A Ravijour afirma que nem todas as mudanças na frequência cardíaca irão fazer o sutiã abrir. Os desenvolvedores explicam que somente quando uma mulher sente o “amor verdadeiro” é que ela fica animada o suficiente para que a “adrenal medulla” secrete as “catecolaminas” que afetam o “nervo autonômico”, aumentando assim o ritmo cardíaco que é detectado por um sensor especialmente desenvolvido pela fabricante.

 

Sutiã que abre ao detectar alterações nos batimentos cardíacos de sua portadora  (Imagem: Reprodução/Ravijour)

As alterações na frequência cardíaca são identificadas por um sensor e a leitura é feita através de um aplicativo instalado no celular (Imagem: Reprodução/Ravijour)

 

O sensor é instalado no interior do tecido, protegido por enchimentos e estendendo-se até a presilha que abre o sutiã. “As alterações na frequência cardíaca são identificadas através de um aplicativo instalado no celular. Quando o usuário atinge os batimentos, o aplicativo manda um sinal para o sensor que, por sua vez, abre o sutiã”, detalha a Ravijour em seu release à imprensa.

Embora o produto apresentado seja apenas um protótipo, a empresa diz que a fase de testes demostraram excelentes resultados e sua comercialização pode ter início ainda este ano. Fonte: Tecnolab.

 

Assista ao vídeo de apresentação (impróprio para menores):

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe uma resposta