Variedades

Atum atinge preço recorde de US$ 3,1 milhões no 1º leilão do ano no Japão

Primeiro leilão de atum no Mercado de Toyosu | ©Reprodução/Kyodo

Trata-se do atum mais caro já arrematado na história mundial de leilões de peixe.  O valor é mais que o dobro do recorde anterior.

Um  atum rabilho de 278 quilos foi arrematado neste sábado pelo valor recorde de 333,6 milhões de ienes (3,1 milhões de dólares) em Tóquio, um valor inesperado para o primeiro leilão de 2019 no novo Mercado de Toyosu.

O atum foi pescado na cidade litorânea de Oma, na província de Aomori, no norte do arquipélago japonês. O preço pago supera os 10 mil dólares o quilo.

Às 05h10 locais da manhã (18h10 no horário de verão em Brasília), as campainhas soaram para marcar o início do primeiro pregão, no qual centenas de atuns – frescos ou congelados – são arrematados durante um espetáculo visual e sonoro que apenas os entendidos conseguem compreender.

Foi o primeiro pregão do ano no Toyosu, inaugurado em 11 de outubro para substituir o lendário Mercado de Tsukiji, fechado após 80 anos de existência.

A empresa que arrematou o atum foi a Kiyomura, operadora da cadeia de restaurantes Sushizanmai, com sede em Tóquio, que somou em 2017 seis leilões consecutivos arrematando atuns no primeiro leilão de Ano Novo.

“Não esperava que o preço ficasse tão alto”, disse Kiyoshi Kimura, proprietário da Kiyomura”. “Contudo, conseguimos comprar um ótimo atum. Esperamos que nossos clientes aproveitem”, acrescentou.

Ryoichi Fujieda, de 64 anos, foi quem pescou o atum mais caro já arrematado na história mundial de leilões do tipo. Fujieda disse que não acreditou quando o atacadista intermediário ligou para avisar sobre o valor que seu peixe havia alcançado.

“A quantia era tão absurda, tanto que anão acreditei. Pensei que ele tivesse errado os dígitos”, disse Fujieda.

O valor do arremate este ano bateu o recorde alcançado em 2013, quando Kiyomura venceu o pregão ao dar o incrível lance de 155,4 milhões de ienes por um atum de 222 kg.

O último leilão de Ano Novo no Mercado Tsukiji em 2018 viu um atum chegar ao preço de 36,45 milhões de ienes. Yamayuki, um atacadista intermediário em Tóquio, deu o lance final.

Novo mercado
O governo metropolitano de Tóquio decidiu transferir o velho mercado de Tsukiji para Toyosu, mas o plano inicial de inauguração em 2016 foi adiado após a descoberta de poluentes e subsequente trabalho de descontaminação do solo.

O mercado de Toyosu – uma nova atração turística em Tóquio – é uma instalação fechada adequada para controlar temperaturas e saneamento. Além disso, ele é 1,7 vezes maior que o de Tsukiji, que já era o maior mercado de peixes do mundo.

Nesse primeiro leilão, os visitantes só conseguiram observar a licitação de um andar superior. Porém, um deck especial, que exige reservas com antecedência, será aberto a partir de 15 de janeiro, permitindo que os visitantes vejam os lances de perto.

Do Mundo-Nipo
Fonte: Kyodo News.