Variedades

Cacho de uva é leiloado pelo recorde de US$ 11 mil no Japão

Trata-se do maior valor já alcançando desde que uma cacho da variedade de uva Ruby Roman foi leiloada pela primeira vez, em 2008.

Um cacho de uvas da variedade Ruby Roman cultivadas na província de Ishikawa, na região central do Japão, foi arrematado pelo recorde de 1,1 milhão de ienes (cerca de US$ 11 mil ou R$ 36,7 mil reais) no primeiro leilão da temporada, realizado nesta quinta-feira (7) em um mercado local.

Trata-se do maior valor já alcançando desde que a variedade foi leiloada pela primeira vez, em 2008. Esta variedade de uva é produzida exclusivamente na cidade de Kanazawa, em Ishikawa.

A variedade Ruby Roman distingue-se das uvas habituais pelo sabor bastante adocicado e a cor mais avermelhada, além do tamanho – cada uva pesa, em média, cerca de 20 gramas e tem cerca de 3 cm de diâmetro, ou seja, quase do tamanho de uma bola de pingue-pongue.

O cacho foi um dos 46 desta variedade colocados hoje em leilão no mercado central de Kanazawa. O precioso cacho foi adquirido por um supermercado em Amagasaki, na província de Hyogo, que no mês de maio também desembolsou a quantia recorde de 3 milhões de ienes (cerca de US$ 29 mil) na compra de dois melões Yubari em um leilão em Hokkaido, ilha no extremo norte do país.

O valioso cacho ficará exposto no supermercado e distribuída entre seus clientes gratuitamente, segundo revelou Takamaru Konishi, de 37 anos, agente do estabelecimento encarregado de realizar a compra.

O preço deste ano superou em cem mil ienes o valor alcançado no leilão no ano passado, quando um cacho de uva da mesma variedade foi arrematado por 1 milhão de ienes.

A associação de agricultores de Ishikawa disse que a temporada renderá cerca de 20 mil cachos. A intenção é vender toda a produção até setembro, quando termina a temporada da variedade de uvas Ruby Roman, a mais cara do mundo.

Adoração dos japoneses por frutas
Os japoneses adoram frutas e têm por costume presentear as pessoas com elas, principalmente se for raras e sazonais, que geralmente são arrematadas em leilões por pequenas fortunas. Dado o fato, é possível mensurar o apreço não só em leilões de frutas como também em lojas especializadas em frutas, que comumente vendem cachos de uva que podem superar R$ 10 mil.

No caso, a “Ruby Roman” é uma espécie de uva cultivada repleta de cuidados especiais, o que só eleva o preço, principalmente se for de Ishikawa. O consumidor japonês, no entanto, não se importa em pagar o equivalente a R$ 250 por ‘cada uva’ do cacho em lojas especializadas.

Nesses locais, é possível também encontrar outros tipos de frutas com preços elevados, como os perfeitamente esféricos “Melão Yubari” por mais de mil reais a caixa com duas unidades, e a rara “Melancia Densuke”, conhecida por melancia preta, pela pechincha de R$ 1,5 mil, já que este tipo de melancia foi arrematada pela fantástica soma de 650 mil ienes em um leilão em Hokkaido, em junho de 2008.

Os altos preços têm explicações que vão além da apreciação dos japoneses por fruta ou a perfeição e do cultivo diferenciado. Um dos principais motivos é a tradição de presentear os mais íntimos com elas, sendo que quantidade e preço são demonstrativos de afeto – quanto mais caro, maior o carinho.

Fontes: Agência Kyodo | NHK News jp.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe uma resposta