Economia

Dados revisados revelam que PIB do Japão cresceu 0,2% no 4º trimestre

A economia japonesa cresceu a uma taxa anualizada de 0,2% entre outubro e dezembro, assinalando o primeiro crescimento em três trimestres.

O Produto Interno Bruto (PIB) do Japão cresceu a uma taxa anualizada de 0,2% entre outubro e dezembro, em termos ajustados pela inflação, assinalando o primeiro crescimento em três trimestres, impulsionados pela revisão na alta dos gastos de capital das empresas, informou o Gabinete do Governo nesta sexta-feira.

Segundo a agência Kyodo News, os dados revisados, comparados à contração anualizada de 0,4% apresentadas no relatório preliminar em 14 de fevereiro, indicam que a economia do país está gradualmente saindo da recessão.

Os gastos de capital foram ajustados para uma queda de 1,5% no trimestre, mostrando melhora de 1,1% em comparação ao dado preliminar, quando ficou em 2,6%.

O consumo privado, que representa cerca de 60% do PIB do Japão, foi revisado para cima, indicando uma alta de 0,5% em relação ao trimestre anterior, ante uma estimativa inicial de um ganho de 0,4%.

Analistas esperam que a terceira maior economia do mundo, que permaneceu estagnada desde a primavera do ano passado, continue a crescer no período janeiro-março.

Os números positivos dos dados revisados acontece em meio a recente desvalorização do iene e a alta das ações, impulsionados pela flexibilização da política monetária do Banco do Japão e largamente defendidas pelo primeiro-ministro Shinzo Abe, que prometeu medidas ousadas para estimular o crescimento da economia e combater a deflação no país.

 

saiba mais


BOJ eleva avaliação econômica e mantém política monetária inalterada


Japão indica diplomata financeiro para presidir Banco de Desenvolvimento Asiático


Ministro das Finanças do Japão diz que Kuroda vai enfrentar deflação


Indicado a presidência do BOJ promete superar deflação rapidamente


Base monetária do Japão sobe 15% em fevereiro


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários