Economia

Vendas no varejo do Japão caem pelo terceiro mês consecutivo

A retração foi mais expressiva do que o estimado por economistas.

As vendas  no varejo do Japão em junho recuaram 0,6,% ante o mês anterior, marcando o terceiro mês consecutivo de queda, mostraram dados do governo nesta terça-feira (29), em um sinal de que a retração na demanda depois de um aumento de imposto sobre vendas, em abril, continua a ser um empecilho para os gastos dos consumidores.

A retração foi mais expressiva do que o estimado por economistas, que previam queda mediana de 0,5%. Até o final do mês, as vendas no varejo do país devem totalizar 11.351 trilhões de ienes, conforme informou o Ministério da Economia, Comércio e Indústria (METI) em relatório preliminar.

O resultado negativo de junho vem após um recuo de 0,4% em maio e uma forte queda de 4,3% no ano até abril, quando o governo elevou o imposto sobre vendas para 8% a partir de 5% para ajudar a corrigir as deterioradas finanças públicas e atingir sua meta de inflação de 2% num prazo máximo de 2 anos, até o final do ano fiscal de 2014, que termina em março de 2015.

(Com Agência Kyodo)

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários