Sumô

Harumafuji ganha primeiro título como yokozuna

O yokozuna conquistou seu quinto título da carreira, e o primeiro atuando no posto mais alto do sumô, no penúltimo dia do torneio, com uma vitória espetacular sobre Kakuryu.

Atualizado em 26/01/2013 às 22:43


Do Mundo-Nipo

O yokozuna Harumafuji conquistou seu quinto título da carreira, e o primeiro atuando no posto mais alto do sumô, no penúltimo dia do Grande Torneio de Sumô de Ano Novo no Ryogoku Kokugikan Center, em Tóquio.

O ozeki Kakuryu evitou um par de poderosas investidas de Harumafuji, parecendo que poderia ser capaz de retornar a luta. Mas o invicto yokozuna reforçou a sua aderência, conseguindo forçar o seu compatriota mongol para fora do anel.

 

Harumafuji vs. Kakuryu (Imagem NHK World TV / Reprodução e edição Mundo-Nipo)

Harumafuji vs. Kakuryu no 14º dia do Grande Torneio de Sumô de Ano Novo (Imagem NHK World TV / Reprodução e edição Mundo-Nipo)

 

A vitória não só selou o primeiro título de Harumafuji como um yokozuna, mas também ajudou a apagar o constrangimento de sua péssima estreia no posto mais alto do sumô, em dezembro passado, último torneio de 2012, quando voltou para casa com um sombrio registo de 9-6. Depois de sua última luta, ele prometeu derrotar o rival yokozuna Hakuho na luta final, em 27 de janeiro, último dia do Torneio de Ano Novo.

 

Harumafuji (Imagem NHK World TV / Reprodução Mundo-Nipo)

Harumafuji recebendo os tradicionais envelopes contendo dinheiro de apostas após ter derrotado Kakuryu (Imagem NHK World TV / Reprodução Mundo-Nipo)ao-MN

 

“Estou muito feliz”, disse Harumafuji. “É o meu primeiro campeonato como um yokozuna. Concentrei-me em fazer uma luta de cada vez e creio que fiz o meu melhor ”, concluiu o campeão em uma entrevista a NHK Word TV.

Na penúltima luta do dia, Hakuho golpeou o ozeki Kisenosato para fora do ringue, conseguindo manter as suas duas perdas de desvantagem para o invicto Harumafuji.

A vitória deixou Hakuho na expectativa de fechar o dia com apenas uma derrota de desvantagem, caso o ozeki Kakuryu tivesse conseguido vencer Harumafuji, o experiente Hakuho tinha esperanças de deixar tudo igual no domingo, dia em que os dois yokozuna se enfrentam.

Hakuho, que detém 23 campeonatos em seu currículo, tentará vencer Harumafuji amanhã para ao menos fechar a participação no torneio como o único a ter conseguido derrotar o campeão do Grande Torneio de Ano Novo.

O inesperado destaque do torneio, o maegashira de nº 7, Takayasu, parecia hesitante quando foi para cima do sekiwake Goeido. O maegashira precisou de um momento extra para conseguir uma posição melhor. E quando o fez, ele estava mais do que pronto. Goeido lançou-se para cima de Takayasu tentando empurrá-lo para fora do anel, mas Takayasu mudou de posição e, com uma virada de braço, conseguiu enviar Goeido (7-7) ao chão.

Takayasu Akira, de apenas 22 anos de idade, é filho de pai japonês e de mãe Filipina, nascido e criado em Tsuchiura, prefeitura de Ibaraki. O jovem estreou na divisão Makuuchi (1ª divisão do sumô) em 2011, aos 20 anos de idade. É um jovem promissor que agora os japoneses depositam “nele”, as esperanças do país voltar ao topo mais alto do esporte, que nos últimos dez anos têm estado sob a hegemonia de lutadores da Mongólia.

Takayasu venceu 12 das 14 lutas que disputou, e provavelmente será promovido ao posto de “Top maegashira” ou até mesmo ao de “Komusubi”, caso vença seu último combate neste torneio.

Por outro lado, Goeido, também japonês e muito promissor, não parece pronto para assumir o dever de ozeki. Com um mero registro de 7-7, ele precisa obter sucesso em sua luta final do torneio para manter-se no posto de sekiwake.

O ozeki Kotooshu (9-5), um dos dois que surpreendentemente venceram Hakuho nesse torneio, marcou uma vitória relativamente fácil sobre o lesionado sekiwake Baruto, empurrando-o duramente para frente, mantendo um controle firme sobre o cinto do gigante estoniano.

Baruto sofre de uma grave lesão no joelho, que foi a causa de seu rebaixamento ao posto de sekiwake. A lesão não o deixa cavar bem com os pés, impossibilitando o seu equilíbrio e sustento. Contudo, Baruto tinha a esperança de obter 10 vitórias neste torneio para recuperar seu status de ozeki, mas conseguiu somente sete vitórias até agora, tendo ainda a obrigação de vencer amanhã para manter-se no atual posto para o próximo torneio, onde terá a chance de lutar para voltar ao seu posto original.

É uma perda enorme para o sumô estar com Baruto lesionado. O estoniano é um excelente lutador, e tanto o é que, no Torneio de Ano Novo de 2012, por pouco não foi promovido ao posto mais alto do esporte.

Quebrando uma sequência de quatro derrotas, Kotoshogiku (7-7) venceu o maegashira nº 4 Aran. Foi uma luta dura, onde Aran (6-8) impôs uma boa defesa, mas Kotoshogiku alcançou a vitória devido a um forte espírito de luta.

O komusubi Shohozan travou uma luta forte contra o maegashira nº 3 Kaisei, impondo uma enxurrada de golpes para conseguir entrar na defesa do brasileiro, que ainda pegou o braço esquerdo do komosubi para usar como alavanca, momento em que quase conseguiu forçá-lo a cair sobre os seus pés. Mas Shohozan recuperou-se a tempo de empurrar Kaisei para fora do anel. Contudo, apesar da excelente vitória, o komosubi já tem 11 derrotas, enquanto o Grande, mas previsível, Kaisei tem um registro de 5-9.

O outro komusubi, Tochiozan, foi jogado ao chão pelo ascendente lutador Ikioi, um maegashira de n º 5, o mais alto posto que já ocupou. Ikioi agora tem oito vitórias e pode esperar uma promoção, enquanto Tochiozan, com um registro de 7-7, terá que vencer sua última luta para ao menos tentar manter-se no atual posto.

 

Veja os resultados de todas as lutas desse sábado em Grande Torneio de Sumô de Ano Novo: resultados do 14º dia

 

Para ler mais notícias sobre sumô, clique em mundo-nipo.com/esportes/sumo. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*