Meio ambiente e Energia

Cidade afetada pelo desastre de 2011 no Japão parte para reconstrução ativa

O prefeito de Futaba declarou que a reconstrução local será iniciada “ativamente” neste ano.

Do Mundo-Nipo

O prefeito de uma cidade japonesa onde todos os residentes foram retirados depois do acidente nuclear de Fukushima, em 2011, declarou que a reconstrução local será iniciada “ativamente” neste ano, informou nesta segunda-feira (6) a emissora pública ‘NHK’.

No primeiro dia de trabalho após o feriado prolongado de fim de ano japonês, o prefeito de Futaba, Shiro Izawa, falou para cerca de 70 funcionários municipais numa cerimônia realizada na repartição municipal temporária, que foi fixada na cidade de Iwaki, no ano passado.

A cidade deverá reabrir suas escolas públicas ainda neste ano, na cidade de Iwaki. Também durante o ano de 2014, a província de Fukushima deverá construir habitações públicas para os que perderam suas casas no desastre de 2011.

A reconstrução da cidade é uma questão crucial para os residentes que já estão fora de seu lares há quase 3 anos. Devido aos altos níveis de radiação, cerca 96% da população local não têm permissão para retornar aos seus lares por longos períodos.

A cidade de Futaba, uma das duas que abriga a deteriorada usina de Fukushima e da qual 6.520 habitantes foram removidos, foi a última a ter sua interdição suspensa, uma medida que foi decretada no dia 28 de maio de maneira parcial, permitindo a entrada controlada em áreas restritas (o acesso ainda é reservado a apenas 4% do território da cidade), somente das 9h às 16h.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários