Sociedade

Japão facilita concessão de vistos para estrangeiros

A medida faz parte do esforço do governo para aumentar o número de turistas no país.

Do Mundo-Nipo com Agência Kyodo

O governo japonês anunciou que relaxou significativamente seus requisitos de visto para visitantes de três nações asiáticas, indicando que a medida poderá se estender a mais países asiáticos e um número seleto de nações ocidentais.

A medida faz parte do esforço do governo para aumentar o número de turistas estrangeiros para 20 milhões por ano até 2020, depois de atingir a marca de 10 milhões em 2013.

De acordo com o anúncio, divulgado ontem a noite, Japão isenta visitantes da Indonésia, Filipinas e Vietnã de apresentarem documentos que comprovem suas finanças, na condição de que já tenham visitado o Japão no prazo mínimo de um ano.

Para aqueles que não estiveram no Japão dentro desse prazo, a isenção de visto ainda assim é concedida aos que viajaram para qualquer país membro do Grupo dos Sete países mais industrializados do mundo (G7), conforme explicou um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores. O G7 é formado pela Grã-Bretanha, Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão e Estados Unidos.

Além disso, a validade dos vistos de entradas múltiplas para os nacionais desses três países do sudeste asiático foi estendida de três para cinco anos, disse o oficial.

O Japão também facilitará vistos para turistas da Indonésia a partir de 1º de dezembro. Mas a medida valerá se os mesmos se inscreverem antecipadamente com passaportes IC – um passaporte eletrônico dotado de diversos mecanismos que dificultam a sua falsificação ou adulteração, e sua principal característica é a inserção de chip-IC (circuito integrado).

O governo pretende estender a medida para outros países asiáticos, bem como para algumas nações do ocidente, que incluem países europeus e alguns da América Latina, até 2020, ano em que o país sediará os Jogos Olímpicos em Tóquio.

== Kyodo

 

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*