Ciência e Saúde

Japão começará a emitir passaporte digital de vacina em dezembro

©Depositphotos

Emissão do documento será por código QR gerado por um aplicativo. O certificado valerá apenas para viagens ao exterior.

O governo japonês vai iniciar a emissão de certificados online de vacinação contra Covid-19, os chamados passaportes digitais de vacina, a partir de dezembro deste ano, informou na quinta-feira (5) o jornal Nikkei Asia.

A emissão digital do documento será por meio de código QR gerado por um aplicativo para smartphone. O código será escaneado para processar as informações de vacinação do usuário.

O primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, e todos os membros do gabinete participarão de uma conferência de promoção da sociedade digital, onde aprovarão oficialmente os “passaportes digitais de vacinas”. O projeto é designado como prioridade para a Agência Digital, que foi lançado em 1º de setembro.

Atualmente, o governo e os municípios emitem certificados de vacina somente em papel. As secretarias municipais de todo o país cuidam do trabalho de emissão e as aplicações geralmente são emitidas em papel.

Os certificados digitais, no entanto, funcionarão literalmente como “passaporte digital de vacina”, isso porque eles são destinados a viagens ao exterior e não para uso doméstico, segundo o jornal Nikkei.

O governo começou a elaborar um método para ler e confirmar o código QR exibido no aplicativo do smartphone nos aeroportos.

A mais recente cúpula do G7, em sua declaração conjunta, disse que um padrão comum era necessário para regular fluxos de pessoas, incluindo autenticação mútua de aplicativos. As especificações serão definidas com base em padrões elaborados por instituições como a Organização Internacional de Aviação Civil.

O Japão criará um sistema que cumpra essas normas internacionais. Também considerará se os “passaportes” baseados em smartphones poderão ser usados para fins domésticos de laser, tais como ir a restaurantes, viajar e ir a eventos, incluindo teatro, cinema e shows.

== Mundo-Nipo (MN)
Foto: Depositphotos.