Mitos e Lendas

Umibozu: o monstro dos mares do Japão

Umibozu, por Shigeru Mizuki | Foto: AsianWikimedia

Contam as lendas que Umibozu aparece frequentemente no litoral do Japão desde o período Edo. Dizem que a criatura é negra e mede mais de 30 metros…

Atualizado em 03/03/2019

Contam as lendas que Umibozu é o temível monstro marinho do folclore japonês. Dizem que ele aparece frequentemente no litoral do Japão desde o Período Edo (1603-1868), época em que surgiram as primeiras “histórias” sobre essa criatura.

Dizem que a principal ação desse monstro é destruir. Ele sempre aparece para devastar embarcações, levando consigo os seres humanos para as profundezas do mar. As lendas contam que a criatura pode formar um redemoinho nos litorais, e nele puxar tudo e todos que estiverem à sua margem.

Umibozu, por Shigeru Mizuki (Foto: Aflo Images)

Umibozu, por Shigeru Mizuki | Foto: AsianWikimedia

Suas lendas e descrições são as mais variadas. Contam que a criatura pode tomar várias formas e até mesmo se fazer passar por um parente próximo, o “Funa-yurei”. No entanto, sua característica física principal é descrita como um ser gigantesco, chegando a medir trinta metros. A aparência mais marcante desse monstro é a cor negra e a careca reluzente, cujo brilho pode ser visto tanto ao anoitecer como na luz do sol. Esta careca fez com que o Umibozu ganhasse o apelido de “Monstro careca”.

Alguns relatos do Período Edo contam que a criatura não tem boca e nem olhos, enquanto outras o narram com dois olhos gigantescos. Há ainda contos em que descrevem a criatura Umibozu com uma boca enorme e olhos reluzentes como fogo, essas descrições podem ser conferidas em várias ilustrações feitas por artistas japoneses ao longo de aproximadamente três séculos e meio, ou seja, até os tempos atuais essa criatura ainda é retratada no Japão.

Lendas
Existe um conto muito conhecido sobre o Umibozu e que figura na coleção de histórias do Período Edo. O conto narra sobre um marinheiro chamado Kuwana, que violou um código antigo de navegação, no qual proibia os pescadores de navegarem sozinhos.

Kuwana, no entanto, ignorou o antigo código ao pegar seu barco e sair sozinho mar adentro. Certo do que queria fazer, seguiu intrepidamente pelo mar que já se mostrava revolto. Não tardou muito para ele encontrar um grande Nyudo (um eufemismo para Monstro Careca), que surgiu dos mares exibindo sua careca reluzente. Seus olhos eram terríveis como o espelho de escarlata.

A temível criatura perguntou ao marinheiro se ele via algo em sua forma que fosse assustador. O marinheiro lhe respondeu como responderia a uma pessoa comum. Ele disse ao terrível mostro que não encontrava nada de assustador em sua aparência.

Logo após responder ao monstro, Kuwana seguiu seu caminho calmamente como se nada demais tivesse acontecido, enquanto Umibozu ficou parado em meio ao mar olhando o marinheiro seguir com seu barco. Em seguida, a criatura desapareceu.

A lenda do marinheiro Kuwana despertou a imaginação dos japoneses da antiguidade. A partir de então, surgiram uma gama de contos sobre a criatura.

Se defendendo do Umibozu
Contam que não temer ao Umibozu ou responder sem receio ao ser indagado faz com que ele desapareça do mesmo modo como surgiu. O medo dos seres humanos dá forças ao monstro, do mesmo modo que a falta de medo mina a criatura.

Há ainda uma antiga história envolvendo o guerreiro Kuwana no Tokuzo, que enfrentou um Umibozu sozinho, conseguindo vencê-lo após o mesmo ter aterrorizado o litoral leste japonês durante anos.

Kuwana no Tokuzo enfrenta Umibozu, obra do artista Utagawa Kuniyoshi, datada de 1843 | Foto: Mundo-Nipo/Reprodução do livro Legends of Japan

Kuwana no Tokuzo enfrenta Umibozu, obra do artista Utagawa Kuniyoshi, datada de 1843 | Foto: Mundo-Nipo/Reprodução do livro Legends of Japan

Registros em cartórios
Há relatos de que alguns pescadores japoneses, em tempos antigos, realmente presenciaram aparições do Umibozu. Muito desses relatos foram registrados em livros oficiais em cartórios nas províncias costeiras.

Em algum desses registros consta o avistamento de uma criatura parecida com um  polvo gigante, com tentáculos enormes, similar aos monstros marinhos comumente narrados nos folclores ocidentais, mas todos afirmando que a criatura era totalmente negra e com cabeça reluzente.

Ainda de acordo com esses registros, o monstro, além de negro como a noite e medindo mais de 30 metros de altura, teria uma cabeça gigante e reluzente. Seu corpo também seria constituído de pernas e longos braços, sendo estes usados para destruir as embarcações, diz um dos registros.

Popularidade
O mistério envolvendo essa criatura aguçou a mente dos mangakas da atualidade, profissionais que criam e desenham os famosos mangás (quadrinhos japoneses).

Mediante isso, Umibozu ganhou popularidade e já figurou em vária séries de mangás e animes, com algumas muito famosas no ocidente, tais como One Piece e Naruto.

Por Maria Rosa (Artigo criado originalmente em 2006)
Principais fontes de pesquisa
• Livro: Legends of Japan | Author: F. Hadland Davis
• Livro: Japan – Dictionary Culture and Civilization | Autores: Frederic Louis David and Alvaro Iwang
• Jornal The Asahi Shimbun / Edição online da coluna Mitos Japoneses

Restrição de uso
É permitida a reprodução somente para fins educativos e desde que com o devido crédito ao Mundo-Nipo.com. Para reprodução com fins comerciais, leia a Restrição de uso.