Meio ambiente e Energia

Greenpeace diz que medidas contra poluição do ar na China não são suficientes

O grupo ambientalista disse que a China não está tomando medidas o suficiente para fazer o ar de Pequim limpo para esportes ao ar livre.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

O grupo ambientalista Greenpeace instou a China a tomar novas medidas para lidar contra a poluição do ar em Pequim se quiserem sediar os Jogos Olímpicos em 2022.

O Greenpeace publicou nesta segunda-feira o resultado sobre um poluente chamado PM2.5 em Pequim e na província de Hebei.

Em setembro, o governo chinês anunciou um plano de ação para reduzir o número de poluentes em mais de 25% até 2017, mas o Greenpeace disse que mesmo que o governo atenda a essa meta, o nível de PM2.5 não cairá abaixo do padrão nacional de qualidade do ar de 35 microgramas por metro cúbico até 2030.

O grupo alertou que as autoridades chinesas terão de reduzir as emissões de poluentes atmosféricos em  80% em relação a 2010, se a China pretende reduzir o nível de poluição até 2022.

O grupo ambientalista disse que a China não está tomando medidas o suficiente para fazer o ar de Pequim limpo para esportes ao ar livre.

As informações são da rede NHK.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta