Notícias

Jovem atropela voluntariamente várias pessoas em Tóquio

©Reprodução/Kyodo

Kazuhiro Kusakabe, de 21 anos, disse à polícia que queria cometer um “ataque terrorista” em retaliação “contra o sistema de pena de morte”.

Um veículo dirigido por um jovem, que disse estar agindo deliberadamente em protesto contra a pena de morte, invadiu uma área de pedestres em uma movimentada rua em Tóquio, capital do Japão, na terça-feira (1), o que resultou no atropelamento de vários transeuntes, ferindo pelo menos 9 pessoas, informou a emissora pública “NHK”.

O sujeito foi identificado como Kazuhiro Kusakabe, de 21 anos, que estava dirigindo um carro alugado na cidade de Osaka e com o qual entrou em uma rua do bairro de Shibuya, fechada ao tráfego por conta das celebrações da chegada do Ano Novo.

De acordo com a “NHK”, uma das vítimas, um universitário de 19 anos, está internado em estado crítico. Entre os lesionados há adolescentes.

Shibuya é uma área de Tóquio onde há uma grande concentração de pessoas que se reúnem para celebrar a virada do Ano Novo, semelhante às festividades de réveillons em Copacabana, no Rio, e na Avenida Paulista, em São Paulo.

O ataque ocorreu por volta da 0h10 (hora local). Após o atropelamento, o motorista tentou fugir, mas foi capturado pela polícia.

Segundo a “NHK”, o jovem disse aos policiais que tinha chegado a Tóquio, vindo de Osaka, para cometer um “ataque terrorista” em retaliação “contra o sistema de pena de morte”, sem especificar qualquer execução especial.

Em 2018, 15 pessoas que foram executadas no Japão. Treze delas, integrantes da seita Verdade Suprema, receberam a pena de morte pela participação no ataque com gás sarin no metrô de Tóquio, em 1995.

Segundo a agência local “Kyodo”, além dos oito atropelados, uma outra pessoa ficou levemente após ser agredida pelo motorista quando ele deixou o automóvel.

Mundo-Nipo
Fontes: NHK News | Kyodo News.