Notícias

Produção das montadoras japonesas na China despenca 86% em fevereiro

Fábrica da Toyota na Ásia | Foto: D. Pignatelli

A queda histórica ocorre porque as montadoras japonesas fecharam temporariamente as fábricas devido à disseminação do coronavírus na China.

A produção de automóveis das principais montadoras japonesas na China caiu 86,7% em fevereiro em relação ao ano anterior, para 29.911 unidades devido ao surto de coronavírus no país, segundo dados divulgados pelas empresas na última segunda-feira, de acordo com a Kyodo News.

Muitas montadoras japonesas fecharam temporariamente as fábricas na China devido à disseminação do vírus, visto que os trabalhadores foram forçados a ficar em casa, dadas as restrições aos movimentos implementados pelas autoridades locais, enquanto as cadeias de suprimentos também foram interrompidas.

As fabricantes de automóveis do Japão deverão ter uma queda ainda maior na produção global nos próximos meses, já que suas fábricas nos Estados Unidos e na Europa já fecharam devido à pandemia de coronavírus, que diminuiu acentuadamente a demanda global.

A Toyota disse que sua produção na China recuou 77,4%, para 15.311 unidades, enquanto a produção da Honda caiu acentuadamente 92,4% para 5.700 unidades e a Nissan registrou descenso de 87,9% para 7.740 unidades.

Já a Mitsubishi foi a montadora japonesa com a queda mais forte na China, registrando fortíssimo recuo de 97,0% na produção, para 240 unidades, enquanto a produção da Mazda diminuiu 90,6%, para 920 unidades.

Produção global e no Japão

A produção total da Toyota nas bases de produção no Japão e no exterior caiu 13,8%, para 625.750 unidades em fevereiro em relação ao ano anterior, marcando o maior declínio desde maio de 2011, quando mergulhou 49,3% após o terremoto e tsunami de 2011 que atingiram o nordeste do Japão.

A produção global da Honda no mesmo mês de referência caiu 26,0%, para 289.255 unidades, enquanto a Nissan sofreu um declínio de 28,5%, com 270.073 unidades feitas no mês.

A Nissan teve um recuo de 29,3% em sua produção no Japão, para 51.673 unidades em fevereiro. O recuo é devido à falta de autopeças causada por interrupções nas cadeias de suprimentos na China.

A produção total no exterior de oito grandes montadoras japonesas diminuiu 18,6%, para 1,14 milhão de unidades, enquanto a produção doméstica caiu 10,8%, para 733.577 veículos.

Mundo-Nipo (MN)
Fonte: Kyodo News.

Matéria atualizada em 07/04/2020.