Notícias

China, Cingapura e Japão figuram no topo do ranking de educação

©Shutterstock Free Images

Apesar de desempenho mediano em leitura, os estudantes japoneses obtiveram ótimas notas em ciência e matemática.

  •  
  •  
  •  
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares

Os estudantes de China, Cingapura e Japão obtiveram excelente desempenho em leitura, em matemática e em ciência no mais importante ranking mundial de educação. O resultado é do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa, na sigla em inglês), divulgado na terça-feira (3).

No topo do ranking internacional, a China, embora não participe como um único país, mas sim apenas com regiões específicas, conseguiu liderar o ranking nas três disciplinas (leitura, matemática e ciência).

A região compreendendo Pequim-Xangai-Jiangsu-Guangdong (chamada de P-X-J-G pela OCDE) ficou nas primeiras colocações. Mas Macau e o território semiautônomo de Hong Kong conseguiram entrar no top 10 em todas as provas, e Taipei ficou entre os dez melhores em matemática e ciências.

Outras duas potências asiáticas, Coreia do Sul e Japão, também figuram entre os melhores países do mundo no Pisa 2018-2019. As demais posições são ocupadas por países europeus e o Canadá.

Já o Brasil não conseguiu registrar avanços significativos no desempenho dos estudantes em nenhuma das disciplinas. Embora apontem ligeiro aumento da nota média, os estudantes brasileiros seguem entre os últimos 10 colocados na prova de matemática.

O exame, cujas provas foram aplicadas no ano passado, é realizado pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Os resultados negativos para a educação brasileira foram verificados mesmo com a expansão da lista dos países participantes, que passaram de 70 para 80.

Avaliação do Pisa
  • O Pisa é uma avaliação mundial feita em dezenas de países, com provas de leitura, matemática e ciência, além de educação financeira e um questionário com estudantes, professores, diretores de escolas e pais;
  • O resultado é divulgado a cada três anos – a edição mais recente foi aplicada em 2018 com uma amostra de 600 mil estudantes de 15 anos de 80 países diferentes. Juntos, eles representam cerca de 32 milhões de pessoas nessa idade;
  • O mínimo de escolas exigidas pela OCDE é 150;
  • A prova é aplicada em um único dia, é feita em computadores, e tem duas horas de duração. As questões são objetivas e discursivas;
  • A cada edição, uma das três disciplinas principais é o foco da avaliação – na edição de 2018, o foco é na leitura.
China passa Cingapura

A China ultrapassou Cingapura porque obteve excelente média em todas as três disciplinas, o que não ocorreu com os estudantes japoneses que, apesar de obterem ótimas notas em ciência (5º) e matemática (6º), pecaram na prova de leitura (15º). Clique aqui para saber mais sobre os resultados do Japão (documento em PDF).

Confira, abaixo, o TOP 10 do Pisa 2018-2019:

Resultados do Pisa 2018-2019 | Fonte: OCDE / Montagem Mundo-Nipo.com
Resultados do Pisa 2018-2019 | Fonte: OCDE / Montagem Mundo-Nipo.com

MN – Mundo-Nipo.com
Fonte Principal: OCDE/PISA.

👉 Matéria atualizada em 06/12/2019.

  •  
  •  
  •  
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares