Notícias

Angela Merkel inicia visita ao Japão

Foto: Arquivo/Reuters

Esta é a quinta visita ao Japão da chanceler alemã desde que assumiu o cargo em 2005. Markel e Abe querem estreitar as relações.

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, iniciou nesta segunda-feira sua visita de dois dias ao Japão, durante a qual realizará uma cúpula com o primeiro-ministro do japonês, Shinzo Abe, e participará de outros atos destinados a incrementar as relações bilaterais.

Na agenda de hoje, Merkel deve comparecer a uma cerimônia de recepção e se reunirá com Abe na residência oficial do governante japonês, em Tóquio.

Os dois chefes de governo oferecerão hoje uma entrevista coletiva conjunta às 19h10 hora local (8h15 em Brasília), e fecharão a jornada com um jantar na residência do líder conservador japonês, segundo a agenda divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores do Japão.

Durante o encontro, Abe e Merkel discutirão o papel dos dois países “na hora de contribuir para uma economia mundial baseada no respeito a regras comuns” e “tentarão estreitar suas relações bilaterais e aprofundar sua confiança”, informou o ministro porta-voz do governo japonês, Yoshihide Suga, antes da visita.

Merkel viaja ao Japão poucos dias depois da entrada em vigor do acordo comercial entre o país asiático e a União Europeia, com o qual ambas as partes querem potencializar suas trocas comerciais e dar um impulso notável para suas economias, em contraposição ao aumento do protecionismo e às tensões atuais entre China e Estados Unidos.

Tanto Abe como Merkel defenderam o multilateralismo e o livre-comércio em vários fóruns internacionais como o realizado há duas semanas em Davos (Suíça), onde os dois coincidiram e é esperado que reforcem esta posição na cúpula do G20 que o Japão receberá no fim de junho.

Na terça-feira, a chanceler comparecerá a uma audiência com o imperador japonês Akihito no Palácio Imperial de Tóquio, e se reunirá com o príncipe herdeiro, Naruhito, que sucederá seu pai no Trono do Crisântemo em maio.

A agenda oficial de Merkel no Japão inclui sua participação em um fórum econômico bilateral, sua presença em um ato na Universidade de Keio e uma visita ao centro de desenvolvimento de inteligência artificial da multinacional japonesa NEC.

A chanceler viaja acompanhada de uma dúzia de representantes empresariais alemães e, em princípio, não está previsto que durante a visita seja firmado algum acordo comercial ou de investimentos, segundo publicaram veículos de imprensa japoneses.

A União Europeia é o terceiro maior parceiro comercial do Japão e, entre os países do bloco, a Alemanha é o que mais faz comércio com a nação asiática, com uma balança favorável para os germânicos no valor de 562,8 bilhões de ienes (4,47 bilhões de euros) em 2018.

Esta é a quinta visita ao país asiático da chanceler alemã desde que assumiu o cargo em 2005. Sua última viagem ao país aconteceu em 2016, quando compareceu à cúpula do G7 realizada em Ise-shima, na região central do Japão.

Com Agência EFE.