Notícias

Produção da Toyota no Japão salta mais de 12% em maio

Emblema da Toyota (Foto: Montagem Mundo-Nipo) Todos os direitos reservados.
Foto: Toyota / Montagem Mundo-Nipo

O crescimento vem após dois meses seguidos de queda, em reação ao fechamento temporário de suas fábricas devido aos terremotos em Kumamoto.

A produção nacional da Toyota saltou mais de 12% em maio na comparação com o mês anterior, após apresentar retração por dois meses consecutivos, afetada pelos efeitos da série de terremotos que atingiram a província de Kumamoto e pela explosão nas instalações industriais da siderúrgica em Aichi, incidentes que abrigou a montadora líder mundial em venda de automóveis a paralisar temporariamente várias unidades do grupo no país.

Divulgado no domingo (3), o relatório mostra que a empresa viu um aumento de 12,4% em sua produção em maio, o que representa cerca de 242 mil unidades produzidas no Japão durante esse mês.

Em março, a Toyota seguiu sofrendo os efeitos da explosão em uma siderúrgica do grupo localizada em Aichi, no mês de janeiro. Segundo comunicado da empresa, a redução no fornecimento de aço impossibilitou a fabricação de motores, transmissões e chassis de seus modelos.

Todas as linhas de montagem das 16 fábricas da Toyota no Japão deixaram de funcionar em fevereiro, assim como outras de componentes da empresa, o que também afetou as linhas de produção de suas filiais Hino, Daihatsu e Lexus.

O fechamento de suas plantas durante uma semana fez com que a maior fabricante mundial de veículos deixasse de produzir mais de 80 mil automóveis. Isso afetou a produção em fevereiro e, consequentemente, deixou resquícios negativos na produção em março.

Como se não bastasse, a produção também caiu em abril, em reação aos dois grandes terremotos que atingiram a província de Kumamoto naquele mês, resultando no fechamento das subsidiárias de uma fabricante de autopeças.

A Toyota anunciou ainda que no final de abril ainda havia atrasos parciais na produção. A empresa disse que espera poder compensar o atraso com horas-extras durante o expediente e/ou nas férias de seus funcionários no país.

Fontes: NHK News | Agência Kyodo.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe uma resposta