Notícias

Japão faz plano de evacuação para possível erupção do Monte Fuji

Foto: Stockvault

Um painel formado por três províncias japonesas próximas ao Monte Fuji elaborou um plano de evacuação regional para uma possível erupção no monte.

Um painel formado por três províncias japonesas próximas ao Monte Fuji elaborou um plano de evacuação regional para uma possível erupção violenta no monte que é um vulcão ativo, mas supostamente de baixo risco de erupção, informou a imprensa japonesa.

A instância criada pelo governo das províncias de Shizuoka, Yamanashi e Kanagawa aprovou o plano nesta quinta-feira (6). Segundo eles, uma grande erupção da montanha poderia expelir cinzas vulcânicas sobre vastas áreas, incluindo Tóquio e prefeituras próximas a capital japonesa.

De acordo com o plano, a população local terá de se abrigar em edifícios resistentes caso as cinzas resultantes de uma suposta erupção se acumule a uma altura de acima de 30 centímetros no solo. Esta é a primeira vez que esses critérios são incorporados em um plano de evacuação no país.

O painel também estimou o número de pessoas que teriam de evacuar as localidades atingidas pela possível erupção, sendo 406 mil pessoas província de Kanagawa, 62 mil em Shizuoka e mil em Yamanashi. Os números foram estimados com base na última erupção do vulcão, que ocorreu há mais de 300 anos, em 1707.

O número seria ainda maior se a lava fluir, principalmente, na direção da cidade de Fuji, em Shizuoka. Caso isso aconteça, o número de evacuados subiria para 131 mil.

Se uma erupção acontecer enquanto a montanha estiver coberta de neve, a lava resultaria num show pirotécnico, com explosões e derretimento do gelo que escorreria pelo monte em maior quantidade, o que resultaria na evacuação de aproximadamente 80 mil pessoas em Shizuoka e Yamanashi, diz o relatório.

O painel, no entanto, não especificou para onde e como a população deveria evacuar. A questão foi deixada para os governos locais decidirem.

As três prefeituras pretende informar a população todos os detalhes do plano, bem como simular exercícios de evacuação coma participação dos cidadãos. Inicialmente, a data que irá acontecer os primeiros exercícios está prevista para abril, de acordo com o painel.

Do Mundo-Nipo
Fontes: NHK News | Kyodo News.