Notícias

Japão exorta Irã a cumprir acordo nuclear

Foto: Reprodução / WANA

Tensões no mundo todo aumentaram este mês com a decisão do Irã de enriquecer urânio a níveis proibidos pelo acordo de 2015.

O Governo do Japão exortou o Irã a cumprir o acordo nuclear de 2015 que ratificou com seis potências mundiais, uma posição tomada em um momento de crescente tensão mundial em relação ao anunciado programa nuclear de Teerã.

Na segunda-feira, o vice-secretário chefe do Gabinete japonês, Yasutoshi Nishimura, manifestou sua preocupação sobre o pronunciamento feito pelo Irã no domingo, no qual informou que o país iria aumentar os níveis de enriquecimento de urânio acima do limite máximo determinado pelo acordo.

Nishimura declarou que o Japão tem grandes expectativas de que as tensões no Oriente Médio sejam atenuadas e de que a região consiga se estabilizar.

Segundo Nishimura, o Japão está pedindo ao Irã que retome imediatamente o seu compromisso sob os termos do acordo e que evite tomar medidas adicionais que o enfraqueça.

O vice-secretário chefe disse que a posição do Japão é procurar buscar uma solução através do diálogo para aliviar as tensões no Oriente Médio e trazer estabilidade para a região.

Ele disse ainda que o Japão planeja continuar seus esforços diplomáticos, e que está transmitindo seu posicionamento aos países envolvidos na questão, incluindo os Estados Unidos que, por sua vez, reforçou uma série de sanções muito severas contra o Irã.

Anúncio de enriquecimento de urânio

O Irã anunciou neste mês a decisão de enriquecer urânio a níveis proibidos pelo acordo assinado em Viena que, no entanto, está longe do necessário para fabricar uma bomba nuclear, mas preocupa a comunidade internacional.

O Irã exige que o restante dos países signatários, especialmente os europeus, tomem medidas efetivas para ajudar a superar o embargo dos Estados Unidos.

MN – Mundo-Nipo.com
Fontes: NHK News | Kyodo News.