Notícias

Tufão Faxai atinge área metropolitana de Tóquio e deixa vários feridos

Foto: Reprodução / Kyodo

Faxai tocou terra perto de Chiba. Dezenas de pessoas ficaram feridas, enquanto a JR East suspendeu as operações de todas as linhas na região.

O poderoso tufão Faxai tocou terra em uma área perto de Tóquio na manhã desta segunda-feira (data local), obrigando as companhias ferroviárias a interromperem os principais serviços de trem na área metropolitana, o que afetou centenas de milhares de passageiros na hora do rush no início do dia, informou a Kyodo News.

A East Japan Railway, maior companhia ferroviária no leste do Japão, suspendeu as operações de todas suas linhas da região de Tóquio, no momento em que Faxai, 15º tufão da temporada no Pacífico, chegou perto da cidade de Chiba pouco antes das 5h de segunda-feira (17h de domingo em Brasília).

Espera-se que a companhia, também conhecida como JR East, retome a maioria de seus serviços por volta das 10h, após inspecionar os trilhos nas linhas que foram afetadas pela passagem do potente tufão.

Dezenas de feridos

Mais de uma dúzia de pessoas ficaram feridas em Tateyama, na província de Chiba e arredores, e outras 10 na cidade de Chiba, enquanto duas pessoas ficaram feridas na província de Kanagawa, disseram autoridades locais.

Às 6 horas da manhã (locais), o fenômeno se deslocava para o nordeste do arquipélago a uma velocidade de 25 quilômetros por hora, perto da cidade de Narita. Nesse horário, Faxai tinha uma pressão atmosférica de 960 hectopascais em seu centro e sustentava ventos de até 216 km/h, segundo a Agência Meteorológica do Japão (JMA, na sigla em inglês).

Nas prefeituras de Chiba e Kanagawa, cerca de 920.000 famílias ficaram temporariamente sem energia, de acordo com a companhia Tokyo Electric Power (Tepco, na sigla em inglês).

Uma árvore caiu em uma linha entre as estações Shinagawa e Osaki em Tóquio, enquanto o semáforo e a cancela de uma passagem ferroviária foram derrubados pelo vento na Linha Yokosuka, segundo a JR East.

Já a companhia Central Japan Railway iniciou os serviços de trem-bala por volta das 7h40, depois de remover detritos entre as estações de Tóquio e Odawara na linha Tokaido Shinkansen.

A empresa reduziu os serviços entre Tóquio e Shin-Osaka e mudou o cronograma para o final das operações no dia anterior.

Alguns outros serviços ferroviários e operações de metrô na região metropolitana também foram suspensos devido ao tufão, enquanto muitos voos partindo e chegando ao aeroporto de Haneda, em Tóquio, foram cancelados desde o domingo (8) à noite.

Chuvas recordes

Nas últimas 24 horas até o início da manhã de segunda-feira (horário local), o tufão levou mais de 440 milímetros de chuva à cidade de Izu, na província de Shizuoka, com 109 mm caindo em apenas no início da manhã.

O tufão deve passar pela região de Kanto, no leste do Japão, e viajar pelo Pacífico, no nordeste do país, de acordo com a JMA, que ontem emitiu alerta vermelho para Tóquio, Chiba e Kanagawa.

Por favor, fiquem em alerta total contra rajadas de vento, ondas altas, deslizamentos de terra, inundações nas ruas e transbordamento de rios”, alertou a JMA em comunicado.

MN – Mundo-Nipo.com
Fonte: Kyodo News.