Notícias

Japão reduz em US$ 17 bilhões previsão de arrecadação em 2016

Foto: Stockvault

Entre os fatores responsáveis está o fortalecimento do iene, que afetou os ganhos de muitas empresas.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A arrecadação fiscal (tributária) do Japão, que inclui imposto de renda (IR) de pessoa física, jurídica e contribuições federais, não apresentou o crescimento esperado pelo governo para ano fiscal d 2016, que termina em março de 2017. Agora, o Executivo está tentando elaborar um plano para lidar com a situação.

Segundo representantes do governo japonês, a arrecadação tributária para o ano fiscal de 2016 ficará aquém do valor inicialmente estimado. A queda prevista é de aproximadamente US$ 17 bilhões.

Entre os fatores responsáveis estão o fortalecimento do iene, que afetou os ganhos de muitas empresas, e um crescimento abaixo do esperado da arrecadação de impostos corporativos. A previsão anterior era de que a arrecadação seria de cerca de US$ 506 bilhões.

Agora, o Executivo japonês diz que está preparando uma revisão na leitura, com estimativa de arrecadar cerca de US$ 483 bilhões. Valores mais detalhados ainda estão sendo calculados.

O governo afirmou que está considerando emitir novos títulos da dívida pública para compensar pela queda no terceiro orçamento suplementar. O orçamento está planejado para ser lançado ainda este mês.

Para nível de comparação, o Brasil arrecadou R$ 1,274 trilhão em 2015, equivalente a US$ 376,7 bilhões.

Fontes: NHK News Japan | Agência Kyodo.

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •