Notícias

Premiê do Japão felicita Biden e fala em reforçar laços

Suga | Foto Pool / Via Kyodo

Suga usou o Twitter para felicitar Joe Baden pela vitória. Ele aproveitou para externar o desejo de fortalecer as relações com os EUA.

  • 173
  •  
  •  
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
    175
    Shares

O primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, felicitou no domingo o democrata Joe Biden por sua eleição como próximo presidente dos Estados Unidos, expressando o desejo de fortalecer as relações bilaterais, que já são extremamente fortes entre os dois países.

“Estou ansioso para trabalhar com você [Biden] e assim fortalecer ainda mais a Aliança Japão-Estados Unidos, garantindo a paz, a liberdade e a prosperidade na região Indo-Pacífico e no mundo”, disse Suga em uma postagem no Twitter no domingo, horário local.

Sob um tratado de segurança do pós-guerra, o Japão hospeda cerca de 55.000 soldados americanos em troca de ajuda na defesa contra ameaças potenciais, incluindo ataques com mísseis da Coreia do Norte.

Suga, que assumiu o cargo de primeiro-ministro em setembro depois que seu antecessor, Shinzo Abe, renunciou por motivos de saúde, disse que a aliança continuará sendo o foco da política externa japonesa.

Entre as questões bilaterais, Suga e Biden precisarão abordar a divisão dos custos para estacionar as tropas dos EUA, bem como as negociações comerciais iniciadas pelo presidente cessante Donald Trump, que havia reclamado do déficit comercial dos EUA com o Japão.

Também no domingo, o ministro das Relações Exteriores, Toshimitsu Motegi, também deu seus parabéns a Biden e à vice-presidente eleita Kamala Harris, que quebrou barreiras ao ser tanto a primeira mulher a assumir o importante cargo, como também a primeira pessoa negra e descendente asiática nesse posto.

Joe Biden (D) comemora vitória das eleições nos EUA com Kamala Harris (E) | Foto: Getty/Jim Watson

Motegi disse em um post no Twitter que espera “trabalhar de perto com a nova administração para promover ainda mais as relações Japão-Estados Unidos e superar os desafios que o mundo enfrenta”.

Oficialização da vitória de Biden

O governo japonês avaliará o momento em que Suga ligará para Biden para parabenizá-lo oficialmente, após o término da contagem total de votos para que a vitória “definitiva” seja declarada, de acordo com uma fonte próxima ao Gabinete do Primeiro Ministro.

A fonte fazia alusão à recusa de Trump em ceder com seus processos de campanha em vários estados de batalha, incluindo Pensilvânia e Arizona.

Em 2000, o candidato democrata Al Gore admitiu a derrota em um processo eleitoral na Flórida pouco mais de um mês após a contagem dos votos.

Após a concessão de Gore, o então primeiro-ministro Yoshiro Mori e o presidente eleito George W. Bush conversaram por telefone. Esse ato deverá acontecer entre Suga e Biden.

Mundo-Nipo (MN)
Fonte: Kyodo News.

  • 173
  •  
  •  
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
    175
    Shares