Automóveis Notícias

Mitsubishi diz que venda de carros com testes fraudados só ocorreu no Japão

O presidente da Mitsubishi garantiu que os veículos vendidos fora do país “foram submetidos a testes adequados aos mercados”.

A Mitsubishi Motors afirmou nesta quarta-feira (11) que o escândalo das fraudes nos testes de medição de eficiência energética de seus veículos afetam apenas as unidades vendidas no Japão, eximindo assim os veículos destinados à exportação.

O presidente da montadora japonesa, Osamu Masuko, garantiu que os veículos vendidos fora do país “foram submetidos a testes adequados aos mercados” a que estavam destinados. “Pensamos que os veículos vendidos no exterior não foram afetados pela manipulação”, completou.

De acordo com a imprensa japonesa, a Mitsubishi utilizou desde 1991 métodos que não estavam de acordo com a lei japonesa para realizar testes de eficiência energética. Em alguns casos, a fraude permitia melhorar em 15% o rendimento real dos carros e consumo de combustível.

A empresa reconheceu a fraude que, inicialmente, afetava mais de 6,5 mil miniveículos vendidos no Japão, contudo, a lista foi ampliada e estendida para outros modelos.

(Com informações da Agência AFP)

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.